Hospital de Martinópole transportou Pastor "como se transporta um animal bruto, para morrer na estrada", relatou a irmã. - Revista Camocim


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 23 de outubro de 2023

Hospital de Martinópole transportou Pastor "como se transporta um animal bruto, para morrer na estrada", relatou a irmã.

"Perante o que presenciei, posso testemunhar que estão brincando de trabalhar no município, sobretudo no hospital". 



A irmã do Pastor Robério, Maria Macal, reclamou do atendimento médico prestado pela prefeitura da cidade, e afirmou que o irmão "não teria morrido se o município de Martinópole contasse com pessoas que honram o salário que recebem". 


Pastor morre em acidente de moto a caminho da igreja no Ceará; vídeo


O pastor morreu no sábado (21) após sofrer um acidente de motocicleta no município de Martinópole, na região norte do Ceará. Ele sofreu o acidente a caminho da igreja na noite da sexta-feira (20), onde iria participar do culto.


"Tão forte quanto a dor da perda do meu irmão é a revolta de perceber o nível de irresponsabilidade e covardia vindas de quem tinha a obrigação de dar suporte a ele nesse momento tão decisivo na vida do mesmo. Nenhum candidato é eleito para brincar de administrar o dinheiro que não é seu. Perante o que presenciei em relação ao suporte que deram ao meu irmão nessa rede de saúde do município de Martinópole, eu posso testemunhar que estão brincando de trabalhar no município, sobretudo no hospital. É uma vergonha transportar um paciente para atendimento urgente como se transporta um animal bruto. Transportaram o Robério Macal para morrer na estrada", relatou.


Na nota de pesar da prefeitura, muitos moradores reclamaram do número de acidentes que ocorrem no trecho da CE-362 onde o pastor sofreu a colisão, e pediram que a prefeitura tomasse medidas para prevenir os acidentes.


O g1 tentou contatar a Prefeitura de Martinópole para mais informações sobre o atendimento médico prestado ao pastor, mas não foi atendido.


A Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS) informou que Delegacia Municipal de Uruoca, que atende as ocorrências em Martinópole, vai ficar a cargo das investigações.


Via G1 Cerá