Prefeitura de Camocim precisa priorizar o atendimento às crianças com necessidades específicas. - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 27 de setembro de 2023

Prefeitura de Camocim precisa priorizar o atendimento às crianças com necessidades específicas.




A prefeitura de Camocim precisa aperfeiçoar o atendimento às crianças com necessidades específicas, pois, o que temos no mento é praticamente nada, além de uma estrutura deficiente, incapaz de atender uma demanda sofredora de crianças e pais atípicos. Para completar, a senhora prefeita não priorizou no concurso público vagas para os profissionais da saúde que poderiam atuar nessa causa.


A gestora do município precisa considerar que o acompanhamento das crianças com necessidades específicas, na rede particular, é caro, e a imensa maioria dos pais são pobres, desempregados e desempregadas, morando de aluguel. Outras são mães solteiras, que abdicam de qualquer possibilidade trabalho para dar atenção integral aos seus filhos. E por mais que recebam o Benefício de Prestação Continuada - BPC, não conseguem custear o tratamento.


A título de sugestão, até que a rede pública possa atender todos, a prefeitura poderia estabelecer convênios com clínicas particulares que disponibilizam os profissionais que acompanham as crianças com necessidades específicas. Dessa forma, desafogaria o atendimento do Centro Especializado de Atendimento e Desenvolvimento Inclusivo - CEADI, e garantiria mais dignidade às famílias.


Creio ser possível fazer mais pela população, principalmente pelos mais pobres, os que mais sofrem. O que falta é interesse, competência, espirito público e compromisso com o povo.


A Câmara de Vereadores precisa pautar esse assunto com mais intensidade, pois não é somente uma questão de saúde pública, mas também de humanidade.