Morre aos 83 anos Aracy Balabanian - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 7 de agosto de 2023

Morre aos 83 anos Aracy Balabanian


 

A arte está de luto. Morreu, na manhã desta segunda-feira (7/8), aos 83 anos, Aracy Balabanian. A atriz veterana, que foi diagnosticada com câncer no pulmão no fim do ano passado, estava internada na Clínica São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro.


A notícia do falecimento da artista foi confirmada por uma fonte da coluna. Segundo o programa A Tarde é Sua, em outubro, ao passar por um tratamento para um derrame pleural, que causa acúmulo de líquido nos pulmões, Aracy descobriu dois tumores no órgão e ficou bastante abalada.


Aracy Balabanian não era vista em um projeto inédito desde 2019, quando participou do especial de fim de ano da TV Globo A Magia Acontece. No ano anterior, ela fez uma aparição em Malhação: Vidas Brasileiras.


No dia 19 de julho, estreou no GloboPlay a novela Locomotivas, de 1977, da qual a atriz foi uma das protagonistas. A última entrevista da artista aconteceu há quase um ano, durante o programa Conversa com Bial.


Aracy Balabanian pediu para deixar o Sai de Baixo: “Sofri horrores”


Intérprete da icônica Cassandra em Sai de Baixo, Aracy Balabanian revelou ter pedido para sair do humorístico da Globo por um motivo curioso: ela não conseguia parar de rir dos improvisos de Tom Cavalcante e, principalmente, Miguel Falabella, que constantemente saía do roteiro original para zoar o penteado da veterana.


“No Sai de Baixo, eu sofri horrores, porque tinha uma coisa que meu pai me corrigia muito: eu ia contar uma coisa e ria ou chorava antes de concluir. Eu pedi para o Daniel [Filho] para sair. Nessa época, o Daniel ainda estava dirigindo”, disse a atriz, em entrevista a Pedro Bial, em agosto do ano passado.


“Disse: ‘Daniel, eu tenho que sair porque não estou correspondendo’. Ele: ‘Por quê?’. ‘Não, porque o outro começa a falar, principalmente o Miguel Falabella e o Tom Cavalcante, que faziam improvisações, e na hora eu não conseguia me controlar, chegava a me unhar toda!’”, prosseguiu Aracy no Conversa com Bial.


Metrópoles