Candidatura de Sarto ou Roberto Cláudio inviabiliza aliança PT e PDT, diz presidente do PT Fortaleza - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 17 de agosto de 2023

Candidatura de Sarto ou Roberto Cláudio inviabiliza aliança PT e PDT, diz presidente do PT Fortaleza


Presidente do PT Fortaleza, o deputado estadual em exercício Guilherme Sampaio (PT) disse que uma eventual candidatura à reeleição do prefeito José Sarto (PDT) "inviabiliza" uma aliança entre o PT e o PDT em Fortaleza. O mesmo vale para o caso do PDT apresentar o ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT) como candidato. 


"Na perspectiva de eventual continuidade de uma gestão diante da qual nós somos muito críticos. Já falamos da taxa do lixo, já falamos do caos na Saúde. Acho que isso por si só inviabiliza uma eventual aliança eleitoral", explica.


A aliança entre os dois partidos na Capital é uma 'esperança' do senador Cid Gomes (PDT), que já falou sobre o desejo de reunir PT e PDT em torno de uma candidatura para a Prefeitura de Fortaleza. Presidente interino do PDT Ceará, Cid esteve reunido com o presidente do PT Ceará, Antônio Conin, e outras lideranças petistas na última segunda-feira (14). 


Para Sampaio, o encontro foi "um gesto político de muito valor" e que deve ter como resposta "um diálogo franco, aberto, de parceiros que governam o Ceará juntos". Ele ressaltou a parceria do PT e do PDT a nível estadual e nacional como principal meta para o diálogo entre os diretórios estaduais e lembrou da possibilidade de que os partidos estejam juntos em outros municípios cearenses na eleição de 2024. 


"Não existe só Fortaleza dentro do Ceará. Nós temos uma aliança nacional em torno do governo Lula, temos uma aliança para governar o Ceará com a maioria dos deputados do PDT e temos os outros municípios em que os dois partidos atuam", ressalta.


EVANDRO LEITÃO E O PT


Na presidência do diretório municipal até o final de 2024, Sampaio deve ser o responsável por conduzir as discussões eleitorais no próximo ano. Questionado sobre eventual filiação do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão (PDT), ao PT, ele diz que é uma mudança vista com "simpatia". 


Ele ressaltou que o convite a Evandro para se filiar ao partido foi feito "várias vezes" - declaração semelhante foi feita por Elmano, que disse ter ele próprio convidado o presidente da Assembleia a integrar a sigla petista. Sampaio ressalta, no entanto, que não tem "posição definitiva ou formal" sobre se Leitão irá se filiar ao PT. 


"Então acho que essa resolução precisa primeiro ser dada no âmbito da relação do deputado Evandro com o PDT", ressalta. "Mas é óbvio que esse histórico do deputado Evandro, de relação com o projeto liderado pelo PT aqui no Ceará, cria um ambiente de muita simpatia a uma eventual filiação do Evandro ao Partido dos Trabalhadores".


Ressaltando a importância da interlocução com lideranças como o ministro da Educação, Camilo Santana (PT), e o governador Elmano de Freitas (PT), Sampaio destaca a existência de nomes "de sobra" dentro do PT para a disputa eleitoral na Capital cearense e que a discussão sobre a candidatura deve ocorrer primeiro dentro da legenda. 


"Se o deputado Evandro vier a ser um filiado do Partido dos Trabalhadores, eu entendo que o perfil do deputado Evandro é um perfil que se encontra apto para a disputa de quaisquer cargos, quer seja no âmbito Legislativo, quer seja no âmbito do poder Executivo aqui no estado do Ceará", completa.


DISCUSSÃO EM PLENÁRIO


A eventual pré-candidatura de Evandro Leitão para a Prefeitura de Fortaleza também foi tema de discussão no plenário da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (16). Em discurso na tribuna, o deputado Osmar Baquit (PDT) disse estar "extremamente feliz" com a possibilidade. 


"Juntando o Estado e o governo federal, ele poderá fazer uma grande gestão. Nada contra ninguém. Nada contra Sarto, nada contra candidatura do PL ou do União Brasil. (...) A postura do Evandro é uma postura que agrega", disse Baquit. 


Aliado de José Sarto, Cláudio Pinho (PDT) relembrou que outros presidentes da Assembleia se tornaram prefeitos de Fortaleza. "Acho justo que o presidente Evandro fazer o pleito de querer disputar a Prefeitura de Fortaleza", acrescentou. "Ele deverá ir para a disputa e tem que resolver apenas essa questão partidária, se ele é candidato pelo PDT ou se irá em busca de outra agremiação". 


Na sequência, Baquit disse considerar que seja "impossível" uma candidatura de Evandro pelo PDT. "Não é porque ele não queira, é porque não tem espaço. O Sarto é um candidato natural do partido", disse. 


O parlamentar reforçou que considera que a candidatura seria pelo PT: "essa é a leitura que eu estou fazendo". E, exatamente por isso, contaria com apoio do presidente Lula (PT), do ministro da Educação, Camilo Santana e do governador Elmano de Freitas.


Dra. Silvana (PL) disse que, apesar de defender uma candidatura própria do PL na Capital, recebe com "alegria" a informação sobre a pré-candidatura de Leitão. "Não sei se está certo. (...) Mas fico feliz que tenhamos uma figura tão carismática, tão correta como o deputado Evandro Leitão", disse. 


Diário do Nordeste