WhatsApp vai parar de funcionar em 35 celulares a partir de segunda-feira (31); saiba quais são - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 31 de julho de 2023

WhatsApp vai parar de funcionar em 35 celulares a partir de segunda-feira (31); saiba quais são


 Um dos principais aplicativos da Meta, o WhatsApp deixará de funcionar em 35 aparelhos celulares, a partir da próxima segunda-feira (31). Os dispositivos afetados serão os com Android 4.1, iOS 12 e com sistemas operacionais anteriores aos citados.


De acordo com informações do portal Itatiaia, os modelos que não conseguirão acessar o aplicativo fazem parte de marcas famosas, como Samsung, LG e Huawei. Alguns aparelhos da Apple e da Sony também deverão ter o funcionamento do WhatsApp interrompido. 


CONFIRA OS APARELHOS AFETADOS


LG

LG Enact

LG Lucid 2

LG Optimus F3

LG Optimus F3Q

LG Optimus F5

LG Optimus F6

LG Optimus F7

LG Optimus L2 II

LG Optimus L3 II

LG Optimus L3 II Dual

LG Optimus L4 II

LG Optimus L5 II

LG Optimus L5 Dual

LG Optimus L7II

LG Optimus L7 Dual


SAMSUNG


Samsung Galaxy Ace 2

Samsung Galaxy Core

Samsung Galaxy S3 mini

Samsung Galaxy Trend II

Samsung Galaxy Trend Lite

Samsung Galaxy X cover 2


APPLE


iPhone 6S

iPhone 6S Plus

iPhone SE


HUAWEI


Huawei Ascend D2

Huawei Ascend G740

Huawei Ascend Mate


OUTRAS MARCAS


Archos 53 Platinum

Faea F1THL W8

Lenovo A820

Sony Xperia M

Wiko Cink Five

Winko Darknight

ZTE Grand S Flex

ZTE V956 – UMI X2


POR QUE O WHATSAPP VAI PARAR DE FUNCIONAR NESSES DISPOSITIVOS?


Com o avanço da tecnologia, alguns aparelhos mais velhos param de receber as atualizações necessárias para que o aplicativo de mensagem possa funcionar normalmente. Desta forma, as atividades do WhatsApp acabam sendo interrompidas.


Para driblar a interrupção, o usuário pode desativar as atualizações automáticas do aplicativo, permitindo, assim, que o WhatsApp permaneça ativo no dispositivo até que ele mesmo exija atualização.


Diário do Nordeste