Sindicato dos Sapateiros do Ceará publica nota contra as demissões na Democrata em Camocim - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 12 de julho de 2023

Sindicato dos Sapateiros do Ceará publica nota contra as demissões na Democrata em Camocim



NOTA DO SINDICATO DOS SAPATEIROS DO CEARÁ CONTRA AS DEMISSÕES EM CAMOCIM


A Diretoria do Sindicato dos Sapateiros do Ceará vem, por meio desta nota pública, se posicionar frontalmente contra o processo de demissão em massa que tem ocorrido na fábrica Democrata Calçados,, unidade Camocim.


A fábrica, que em dezembro do ano passado, chegou a contar com cerca de 1.100 trabalhadores, teve seu quadro drasticamente reduzido e hoje conta com menos da metade do número indicado anteriormente.


Semanalmente dezenas de trabalhadores têm passado pelo sindicato, para revisar suas contas recisórias e muitos têm lamentado o processo em curso, denotando sua insatisfação e profundo descontentamento.


As demissões, de acordo com informações apuradas pelo Sindicato, ocorrem em virtude do cancelamento de pedidos e de dificuldades de vendas ao mercado exterior, sendo esta a principal atividade produtiva desenvolvida em tal unidade.


A saída, encontrada pela empresa, na perspectiva do sindicato, é a pior possível, qual seja: desativar linhas inteiras de produção e demitir, em larga escala, os trabalhadores.


O clima de incerteza e os crescentes rumores de continuidade de demissões têm gerado grande preocupação junto aos trabalhadores e ao conjunto da população local.


São centenas de famílias que, direta ou indiretamente, já foram ou ainda serão afetados pelo posicionamento da empresa. 


A garantia de trabalho digno e de plenas condições para assegurar a integridade da existência dos trabalhadores e de suas famílias deve ser algo fundamental. Não há cidadania sem emprego e sem as condições materiais que possibilitem tais preceitos.


Por isto, a Diretoria do Sindicato dos Sapateiros do Ceará tem buscado intermediar, entre a empresa e autoridades públicas, uma solução para o caso. Além disso, temos uma reunião agendada com representantes da empresa, que deverá acontecer no 20 de julho do ano corrente, oportunidade em que reiteraremos nosso posicionamento contrário às demissões e buscaremos novas informações sobre o assunto.


Por fim, nos solidarizamos com todos os trabalhadores, vítimas diretas e/ou indiretas de tal processo, e nos colocamos totalmente a disposição para que juntos busquemos uma solução para o impasse, que aponte para a garantia dos empregos e a preservação do direito fundamental ao trabalho.


Fortaleza, 12 de julho de 2023.


Diretoria do Sindicato dos Sapateiros do Ceará