Destroços são encontrados perto de área de busca por submarino desaparecido - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 22 de junho de 2023

Destroços são encontrados perto de área de busca por submarino desaparecido


A Guarda Costeira dos Estados Unidos informou que foi encontrado nesta quinta-feira (22) um "campo de destroços" na área de busca pelo submarino desaparecido. Os materiais foram achados perto de onde está o navio Titanic. 


"Especialistas do comando unificado estão avaliando as informações", publicou o perfil oficial da Guarda no Twitter.


Os destroços foram encontrados por um ROV, que é um veículo submarino operado de forma remota. Ele está participado das buscas pelo submersível desaparecido desde domingo (18). Mais informações serão repassadas em coletiva de imprensa da Guarda Costeira nesta tarde. 


CÂMERA HIPERBÁRICA NO LOCAL 


Uma equipe médica portando uma câmera hiperbárica que comporta até seis pessoas está no local onde os destroços foram encontrados, conforme um oficial da força-tarefa de resgate informou à CNN. 


Além do suporte da câmara, a Guarda Costeira do Canadá mandou três navios para dar suporte às operações. 


PREVISÃO DE OXIGÊNIO


Nesta quinta-feira, terminou a previsão de oxigênio restante que havia sido estimada pela Guarda Costeira dos Estados Unidos. O oxigênio de emergência da embarcação estava previsto para durar 96 horas. O submersível Titan tinha cinco pessoas a bordo.


Mesmo que ele seja localizado no Atlântico Norte, pode ser quase impossível alcançá-lo se ele estiver preso no fundo do oceano a cerca de 3.800 metros de profundidade, próximo aos destroços do Titanic.


As cinco pessoas a bordo do submarino são o piloto Stockton Rush, CEO da OceanGate, a empresa que lidera a expedição; o explorador e bilionário britânico Hamish Harding; Shahzada e Suleman Dawood, pai e filho de uma importante família paquistanesa; e o explorador submarino francês e especialista em Titanic Paul-Henry Nargeolet.


Diário do Nordeste