TRE encerra nesta terça-feira julgamento de ação que pode cassar deputadas e deputados estaduais da sigla - Revista Camocim

Se inscreva nosso canal no YouTube


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 30 de maio de 2023

TRE encerra nesta terça-feira julgamento de ação que pode cassar deputadas e deputados estaduais da sigla


O futuro da bancada do PL na Assembleia Legislativa –composta pelas deputadas estaduais Dra. Silvana e Marta Gonçalves e pelos deputados estaduais Pastor Alcides e Carmelo Neto, será decidida, nesta terça-feira, pelo Plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).


Uma ação do Ministério Público Eleitoral pede a anulação dos votos de todos os candidatos do PL à Assembleia Legislativa e a cassação dos mandatos dos dois deputados estaduais e das duas deputadas estaduais da legenda por irregularidades no lançamento de candidaturas femininas.


Três mulheres, de acordo com a investigação do Ministério Público Eleitoral, entraram na chapa de candidatas sem darem autorização ao PL para lança-las na disputa à Assembleia Legislativa.


ASSUNTO NO JORNAL ALERTA GERAL, NESTA TERÇA-FEIRA


Os desdobramentos do julgamento sobre o futuro da bancada estadual do PL ganham destaque, nesta terça-feira, no Jornal Alerta Geral. O Jornal Alerta Geral, que é gerado pela FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza, começa às 7 horas da manhã, tem transmissão por mais de 20 emissoras de rádio e, também, pelas redes sociais do @cearaagora.


MAIORIA PELA CASSAÇÃO DE MANDATOS


O julgamento da ação será retomado, na manhã desta terça-feira, com o placar de 4 votos pela cassação e dois votos contrários. Falta apenas o voto do presidente do TRE, desembargador Inácio Cortês.


Se houver mudança no voto entre os julgadores que já manifestaram posição, o resultado pode ser alterado, mas o julgamento final é imprevisível e deixa angustiados os deputados estaduais e as deputadas estaduais que temem perder os mandatos.


Se o TRE optar pela punição, a bancada do PL pode recorrer ao próprio Tribunal Regional Eleitoral e, em seguida, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Ceará Agora