Ao lado de Camilo, Cid e Ivo Gomes abraçam campanha petista pelo Senado nas ruas de Sobral - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos








sexta-feira, 23 de setembro de 2022

Ao lado de Camilo, Cid e Ivo Gomes abraçam campanha petista pelo Senado nas ruas de Sobral


A mobilização do senador licenciado Cid Gomes e do prefeito de Sobral, Ivo Gomes, em favor da campanha de Camilo Santana (PT) ao Senado tem ganhado cada vez mais força. Após meses sumido de ações eleitorais públicas, Cid voltou nas últimas semanas adesivando carros em favor do ex-governador. Já Ivo Gomes, desde antes, tem sido um crítico do PDT no racha com o PT, sobrando até mesmo para o irmão presidenciável Ciro Gomes, a quem já culpou pelo desentendimento.


Nessa sexta-feira (23), os recados pró-Camilo ganharam mais força. Logo cedo, na casa de Ivo Gomes, os irmãos postaram foto nas redes sociais ao lado do candidato ao Senado e do esposo da governadora Izolda Cela, o ex-prefeito de Sobral Veveu Arruda. Todas as camisas estampavam adesivos da campanha petista ao Senado.


O grupo ainda desfilou pelas ruas de Sobral nesta manhã. Saíram da praça do São Francisco e caminharam até o tradicional Becco do Cotovelo. Ivo foi o primeiro a se ausentar, mas Cid seguiu com Camilo pelas ruas da cidade.


Chama atenção a total falta de menção nos registros do ato público à campanha para presidente de Ciro Gomes. Todas as bandeiras e adesivos exibidos pela militância nas ruas eram voltadas a Camilo.


Mesmo sem candidato do PDT ao Senado, a chapa do candidato ao Governo Roberto Cláudio (PDT) tem como candidata à senadora a deputada estadual Érika Amorim, do PSD. O desempenho de Érika nas pesquisas de intenção de voto, conforme os três levantamentos Ipec/TV Verdes Mares, não passa dos 4%.


Disputa pelo governo em segundo plano


Na volta aos eventos públicos, no início de setembro, Cid disse que não iria se manifestar sobre a disputa para o Governo para, quem sabe, agir como um "cupido da renovação" da aliança entre PT e PDT. 


Já Ivo Gomes avisou, ainda em agosto, que não faria campanha para o PDT em Sobral. A exceção foi apenas para o próprio irmão Ciro, mas sem grandes mobilizações.


Em entrevista à TV Verdes Mares na última quarta-feira (21), Camilo Santana disse estar aberto ao diálogo: "Vamos aguardar o primeiro turno. Estarei sempre à disposição para o diálogo".


Cid e Ivo são vozes importantes no PDT e na liderança dos aliados do grupo político, abalado pelo racha recente, uma ação política ao lado de Camilo passa muitos recados. Como em qualquer comunicação, no entanto, não é possível prever como a mensagem será recebida por todos. Agora é esperar os próximos capítulos.


Diário do Nordeste