Alô MP Eleitoral! Prefeita Betinha promove dois dias de festa em praça pública para beneficiar campanha eleitoral de Sérgio e Monica Aguiar - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos








sexta-feira, 2 de setembro de 2022

Alô MP Eleitoral! Prefeita Betinha promove dois dias de festa em praça pública para beneficiar campanha eleitoral de Sérgio e Monica Aguiar



Antes de tudo: dane-se a babacada que vai dizer que o blogueiro aqui é contra as festas, contra o entretenimento, contra a alegria da população e contra a comemoração do aniversário de Camocim. Não sou! Sou contra essa baboseira e contra o oportunismo e a desonestidade no pleito eleitoral. Isso sem falar que considero fraca as atrações musicais anunciadas. O povo merece algo melhor para comemorar, uma atração nacional estaia de bom tamanho, mas....


Neste ano a prefeitura de Camocim resolveu promover dois dias de festas com bandas na Praça do Odus para, supostamente, comemorar o aniversário do município.  Há décadas, os shows ocorriam sempre na noite do dia 28 de setembro. Neste ano, o dia 27 também será ocupado com atrações musicais...


Qual o problema?  Resposta:  é ano de campanha eleitoral e as evidências indicam: dois dias de festas para beneficiar os candidato da prefeita Elizabeth Magalhães, nada mais, nada menos, que Sérgio e Monica Aguiar, patrões políticos da prefeita e os verdadeiros donos do governo municipal. 


Ora, o importante e tradicional festival de quadrilhas Juninas de Camocim teve um dos três dias subtraídos. Pergunto: por que então a festa de emancipação, antes celebrada em apenas um dia, passou para dois? 


É camuflagem o blá blá blá que versa sobre  a ideia de que Camocim merece dois dias de festas de aniversário. Na realidade é politicagem escancarada e condutada vedada pelas regras da Justiça eleitoral. Afinal de contas, é público e notório o fato de que Sérgio e Monica Aguiar são as maiores figuras politicas  da prefeitura de Camocim, situação  que diretamente faz com que a promoção do evento não faça alusão à gestora municipal, mas sim ao casal de candidatos.


Eis algumas frases de populares referente a realização das festas:


" Valeu Serginho, eita que  o deputado botou pra gerar, 


Assim sendo, resta saber se o Ministério Público Estadual Eleitoral vai chegar junto. O golpe tá aí,  cai quem quer.


Carlos Jardel