Justiça condena esposa de Paulo Pacheco a devolver dinheiro desviado da saúde - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





segunda-feira, 29 de agosto de 2022

Justiça condena esposa de Paulo Pacheco a devolver dinheiro desviado da saúde

Ítalo, bobo da corte, faz uso do "choro é livre".



Alfinetada 

O vereador "bobo da corte, Ítalo Pacheco, de Chaval, ainda chora porque o Prefeito Sebastiãozinho falou na sua frente que “o tempo da roubalheira passou!”. Ou seja,  passou a época que a família Pacheco assaltava os cofres públicos. 


Eis que agora surge um motivo a mais para Italo intensificar o choro: a prefeitura Municipal de Chaval foi notificada da decisão judicial que condena a esposa do frustrado líder político Paulo Sérgio de Almeida Pacheco, Marlete de Paula Oliveira, para devolução dos valores desviados da saúde, enquanto gestora no ano de 2004.


O  valor atualizado chega ao montante de R$ 1.124.169,13 (Um Milhão Cento e Vinte e Quatro Mil e Cento e Sessenta e Nove Reais e Treze Centavos), valores esses desviados da seguinte forma: 


1) não repasse dos valores retidos nas folhas de pagamento dos servidores ao INSS 


2) não repasse do valor integral referente à contribuição sindical,


3) multas e juros por atraso no pagamento da COELCE,


4) ausência de licitação e contratos para despesas, referentes a compra de material médico e compra de combustíveis, conforme decisão proferida pela Juíza Josilene de Carvalho Sousa.


Com a palavra,  os mencionados.  Mas, antecipo, o choro é livre!


Carlos Jardel