Jijoca de Jericoacoara possui um caso confirmado de Varíola do Macaco; Capital já registra transmissão comunitária - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Jijoca de Jericoacoara possui um caso confirmado de Varíola do Macaco; Capital já registra transmissão comunitária



Subiu para 23 o número de casos confirmados de monkeypox, doença conhecida como varíola dos macacos, no Ceará. A informação foi divulgada nesta terça-feira (17) pela Secretaria da Saúde (Sesa).


Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, contabilizados até esta terça-feira (16), havia 19 casos confirmados da doença na capital.


Dos nove novos casos, oito são residentes em Fortaleza e um residente em Jijoca de Jericoacoara. Oito dos casos confirmados em Fortaleza são autóctones, ou seja, de transmissão local, o que configura indicativo da transmissão comunitária do vírus no município.


A maior parte das confirmações é de residentes de Fortaleza (20), enquanto outros dois casos são de residentes de Russas (1), Jijoca de Jericoacoara (1) e Sobral (1), com idades entre 18 e 43 anos.


Todas as confirmações até o momento são de pacientes do sexo masculino.


Até a última sexta-feira (12), o estado somava 263 casos notificados de monkeypox. Destes, 88 haviam sido descartados laboratorialmente.


A Sesa informou que, em todas as notificações, foram aplicadas as medidas recomendadas, como isolamento, busca ativa de contatos e coleta de material para exames laboratoriais também para diagnóstico diferencial para outras doenças, que estão em processamento.


A Sesa reforçou ainda que tem monitorado e atuado ativamente junto às Vigilâncias em Saúde dos Municípios, realizando publicação periódica de notas técnicas atualizadas sobre a monkeypox.


(Camocim Portal de Notícias, via  G1)