Golpe no nuds: Comerciante de Camocim afirma ter sofrido tentativa de golpe de 50 mil - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





sábado, 20 de agosto de 2022

Golpe no nuds: Comerciante de Camocim afirma ter sofrido tentativa de golpe de 50 mil



Um homem de aproximadamente 45 anos de idade, residente em Camocim, foi vítima da tentativa de um golpe virtual envolvendo uma mulher que tentou atraí-lo através de convite em rede social.


Segundo narra o comerciante, tudo começou através do envio de um convite na rede social Facebook. O homem aceitou a solicitação e a jovem passou a iniciar conversas no bate-papo para tentar uma aproximação. A partir daí, não demorou muito para a mesma pedir o número de WhatsApp do homem para “tirar umas dúvidas”.


Por ser comerciante, o homem repassou seu contato e a jovem passou a se insinuar e enviar fotos íntimas. O homem então desconfiou daquele comportamento rápido e pediu pra mesma procurar uma pessoa mais jovem para tentar se relacionar e em seguida a bloqueou no aplicativo de mensagens.


No dia seguinte, um homem se passando por delegado de policia ligou com outro numero e passou a pedir uma quantia de R$ 50 mil para não prendê-lo por crime de pedofilia e espalhar a história. A vítima então disse não ter esse valor em dinheiro e desligou o telefone.


O suposto delegado então liga novamente e faz uma nova oferta, desta vez, seria R$ 20 mil até o final do dia e passou a reforçar as ameaças do tipo: “você sabe o que acontece com pedófilos quando chegam na cadeia né?!”


Ciente de se tratar de um golpe e tranquilo quanto as acusações, o homem desliga e bloqueia novamente.


O caso foi narrado pelo camocinense ao radialista Miqueias Santos e exibido no programa Liberdade Notícias da Fm Liberdade.


“Quem não aguentar a pressão cai no golpe fácil”, alerta a vítima.


André Martins, no Camocim Portal de Noticias