Policia fecha venda de pequeno comerciante durante festejo de Serrota; proprietário acredita ter sido a mando do prefeito de Senador Sá - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quarta-feira, 27 de julho de 2022

Policia fecha venda de pequeno comerciante durante festejo de Serrota; proprietário acredita ter sido a mando do prefeito de Senador Sá



O pequeno comerciante Jonas Carvalho, do distrito de Serrota, no Município de Senador Sá, foi surpreendido pela Policia Militar em sua residência - transformada em uma pequena lanchonete -  no momento em que trabalhava  nas vendas  durante o festejo da comunidade. Os PMs ordenaram o imediato fechamento do estabelecimento comercial alegando a proibição devido à falta de Alvará de Funcionamento. 

 

Moradores da localidade, e o dono do estabelecimento, alegam ter sido uma ação motivada por perseguição politica orquestrada pelo prefeito Bel Júnior e pelo vereador Jonas do Paredão.  O dono da venda não é eleitor do grupo politico do prefeito, motivo pelo qual a prefeitura teria negado, por diversas vezes, o alvará de funcionamento do pequeno comércio, para também não atrapalhar a venda do vereador, que reside na comunidade. 



Revoltado com a situação, o trabalhador e pai de família retirou suas mercadorias, mas questionou a ação policial. Ele chegou a ser "aberturado" por um PM no mento de tensão. 



 



Alfinetada


Se me perguntarem qual o crime desse pai de família, responderei sem medo de errar: trabalhar para sustentar a família! Não estava vendendo drogas, era alimentos, produtos legais. 

 

Se existe alguma coisa errado no Brasil, isso que aconteceu em Serrota, no município de Senador Sá, foi uma! GENTE era um pobre pai de família, de uma comunidade pobre, tentando trabalhar honestamente para sustentar sua família.


O bom senso, no mínimo, faltou nessa ação policial. Pergunto: qual o mal, o prejuízo causado à sociedade por parte deste trabalhador? Respondo: nenhum! O trabalhador e sua família foram os grandes prejudicados: humilhados, constrangidos e tratados como malfeitores. 

 

A Policia estava cumprindo ordens? De quem?  Foi denúncia? Quem denunciou? Por que denunciou?  A Policia vai fiscalizar todos os pequenos estabelecimentos comerciais de Senador Sá? É isso?


Prefeito ditador


Se o que o trabalhador alega for verdade - creio que sim -  essa ação foi promovida pelo prefeito  Bel Júnior e pelo Vereador Jonas do Paredão. Neste caso,  estamos diante de um governo ditador, vingativo e inimigo dos pobres, especialmente dos pobres que não lhe bajulam, que não acreditam na sua forma de governar. Um governo perseguidor!


Carlos Jardel