Final de semana sem médico plantonista em Barroquinha: Jaime confessa, tenta justificar e é desmoralizado por vereador - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





segunda-feira, 20 de junho de 2022

Final de semana sem médico plantonista em Barroquinha: Jaime confessa, tenta justificar e é desmoralizado por vereador



O prefeito de Barroquinha, Jaime Veras, parece não ter nada a fazer no que diz respeito a falta de médicos no hospital da cidade, a não ser vigiar as redes sociais dos seus adversários políticos e tentar defender o que não pode ser defendido. Do que estou falando? Vamos ao caso.


No sábado (18), o hospital ficou desprovido de médicos. Vários populares que necessitaram do serviço  passaram, com razão, a reclamar e denunciar o problema. O vereador Davi Júnior, que também precisou da unidade de saúde para atender sua mãe, resolveu ligar para  averiguar a situação. Ele obteve a confirmação: hospital sem médicos, apenas com enfermeiros. 


Uma breve consideração: o serviço de enfermagem é valoroso, fundamental para a saúde pública. Mas não substitui o serviço do profissional médico. Um enfermeiro não realiza o trabalho do médico e nem o médico o do enfermeiro. 


Voltando ao caso,  o vereador Davi, após constatar a veracidade dos fatos, fez a seguinte postagem na suas páginas. 


Pergunto: a postagem acima contém algum conteúdo inverídico, calunioso e difamatório? Resposta: NÃO! O vereador nada fez além de um leve comentário critico em tom de desabafo. Considerando o peso  problemático que pende na saúde pública, pode-se dizer que a postagem do Davi Júnior foi suave. 


Isso foi o suficiente para incomodar o prefeito Jaime Veras, que ao invés de ter ficado calado e resolvido o problema,  partiu para cima do vereador disparando a seguinte perola.




A postagem rendeu uma longa discussão [AQU] e Jaime Veras acabou ouvindo o que não queria e dizendo o que não deveria, pois, abriu a guarda para ser nocauteado no debate em que saiu em desvantagem. 


Ele classificou a postagem do vereador de "sensacionalista" e "hipócrita", disse  que não é fácil conseguir médico plantonista de uma hora para outra, "reconhece falhas, reponde pelos problemas, assume responsabilidades e não vive num mundo de fantasias" 


Alfinetada


Sensacionalista


Como assim prefeito? Uma cidade com forte vocação turística e de intenso lazer aos finais de sema, com pessoas idosas, portadoras de doenças crônicas, crianças recém-nascidas, vulneráveis à vírus, bactérias, infecções, surtos de dengue, chicungunha e outras mais.  E diante de todas essas possibilidades reais, reclamar da falta de médico plantonista é "sensacionalismo barato?"


Não, prefeito não é! O senhor, como sempre, perdeu a oportunidade de ter ficado calado, ao invés de, como disse o vereador, tentar desesperadamente justificar as falhas da sua gestão.


Essa é a famosa situação "calado ainda está errado".  É pedir desculpas, procurar consertar o erro e não ficar tagarelando, disparando mentiras, afirmando que na gestão passada, do prefeito Ademar, não existia médico plantonista. Tinha, e em regime de plantão 24h. 


Reconhece falhas?


Nunca reconheceu uma falha. Pelo contrário, tentou boicotar o Consórcio de Saúde Pública da Microrregião, não fazendo os repasses financeiros do contrato de rateio, deixando a população prejudicada. 

O governo já caminha pro seu terceiro ano de gestão e ainda não foi o suficiente para cumprir as promessas de campanha, como a de humanizar o serviço de saúde e entregar medicamento na casa dos pacientes. Faltam medicamentos, médicos e não é nada humanizador, por exemplo, o transporte da saúde de Bitupitá controlado pelo vice-prefeito, para atender apenas seus eleitores.  


Tudo isso já foi denunciado e o que fez o prefeito? NADA! 


Não vive num mundo de fantasias?


Prefeito quais as melhorias desenvolvidas pelo seu governo que justifique dizer que Barroquinha está melhor que era antes, há 02 anos? Qual a grande evolução na saúde pública, educação, geração de emprego e renda, infraestrutura e etc e tal?  Hum? O que o seu governo construiu? 


Até agora, o rastro de desorganização e a catinga de corrupção é o que marca sua gestão, inclusive com interferências da Justiça, ordenando que se faça com honestidade os processos licitatórios para aquisição de bens e serviços públicos. Lembra da licitação destrambelhada da gasolina?  

Por fim, caberia aqui os reclames do povo, mas se você e sua patota acreditam que "está tudo bem", então  "o mundo de fantasias de vocês" tem até outro nome:  mundo cara de pau e "pesadelo" para o povo. 



Carlos Jardel