Festa de São Pedro finaliza com multidão de devotos na Praça de Eventos; padre reza pelas vitimas da Covid-19 - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







quinta-feira, 30 de junho de 2022

Festa de São Pedro finaliza com multidão de devotos na Praça de Eventos; padre reza pelas vitimas da Covid-19




Camocinenses lotaram a Avenida Beira Mar  e a Praça de Eventos na tarde de ontem, quarta-feira (29), para participarem do encerramento dos festejos em honra ao padroeiro dos pescadores, São Pedro. Após 02 anos de pandemia de Covid-19, o evento religioso, que completou 80 anos de celebração em Camocim, retornou com as missas campais e com a tradicional procissão marítima no leito do Rio Coreaú.  


O cortejo fluvial com a imagem do padroeiro contou com a participação de dezenas de embarcações e com a escolta da Marinha do Brasil, através da Agência da capitania dos Portos de Camocim. Por terra, uma multidão de devotos seguiu acompanhando em procissão na extensão da Avenida Beira Mar. 


Na Praça de Eventos, durante a celebração Eucarística, o pároco Padre Evaldo rezou pelos pescadores, pedindo a proteção divina  no arriscado serviço da pesca em alto mar. Rezou também pelos pescadores que naufragaram e não mais voltaram para suas famílias.


Falando da alegria de novamente celebrar a festa em espaço aberto ao público, padre Evaldo solicitou à multidão que fizesse 1(um) minuto de silêncio aos camocinenses que foram vítimas fatais da Covid-19.


A devoção ao santo em Camocim


Dia 29 de junho a Igreja Católica celebra o martírio dos apóstolos Pedro e Paulo. No calendário civil  a data registra o "Dia do Pescador". Pedro, discípulo de Jesus, segundo relatos bíblicos, era pescador do Mar da Galileia. O cristianismo católico adotou o santo como padroeiro dos pescadores. 


Em Camocim, a devoção à São Pedro é forte devido ao fato da cidade ter a atividade pesqueira como vocação. O município com o maior litoral do Ceará, foi o maior polo pesqueiro do Estado. O bairro São Pedro, onde o santo tem uma Igreja erguida em seu nome e sendo celebrado, foi formado por pescadores e suas respectivas famílias. Durante décadas, o palco de encerramento da festa foi montado na calçada da Colonia dos Pescadores Z-1 de Camocim, demostrando claramente a forte relação de fé e devoção ao santo protetor dos pescadores.


Confira fotos e vídeos


Carlos Jardel