Três pessoas são mortas em posto de saúde de Fortaleza - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quarta-feira, 18 de maio de 2022

Três pessoas são mortas em posto de saúde de Fortaleza



Três pessoas foram mortas a tiros na tarde desta quarta-feira (18) no Posto de Saúde Edmar Fujita, localizado na Avenida Alberto Craveiro no bairro Dias Macedo, em Fortaleza. No início da noite, dois suspeitos de envolvimento no caso foram presos. 


Informações iniciais colhidas no local com policiais indicam que a ocorrência também deixou outras três mulheres feridas, que foram socorridas ao Instituto Doutor José Frota (IJF). No entanto, o prefeito José Sarto confirma três mortes e dois feridos. 


Conforme o Sistema Verdes Mares apurou no local, duas vítimas foram encontradas no posto e outra, caída na ciclovia da Alberto Craveiro. Tanto uma das vítimas que estavam na unidade de saúde, quanto a que foi encontrada do lado de fora possuíam tornozeleiras eletrônicas. 


A terceira vítima é um homem que estava no posto. O filho dele foi ao local para buscar o pai, Francisco Egino Alves do Nascimento, 58 anos, que tinha ido à unidade de saúde buscar atendimento. Segundo os parentes, o homem era mestre de obras.


Egino foi a uma consulta de retorno, mostrar exames dos rins e também aproveitaria o momento para tomar vacina. A família dele está no local, desolada. "Eu queria ta do lado dele. Queria eu ter morrido”, desabafa a filha do homem.


“Se eu não tivesse saído de perto dele, tinha pegado em mim e eu tinha salvado meu pai”.

FILHA DA VÍTIMA


Investigações, prisão e apoio


A governadora do Ceará, Izolda Cela, determinou ao  secretário estadual da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron, o uso do aparato policial necessário para prender os criminosos do modo mais breve possível, incluindo aeronaves.


"Não mediremos esforços para enfrentar e vencer essa criminalidade", disse em postagem em sua rede social. 


Às 18h55 desta quarta, Izolda compartilhou a prisão de dois suspeitos por envolvimento no crime. A ação foi realizada pela polícia, mas as diligências continuam. Segundo Caron, um dos homens foi identificado a partir das imagens do circuito interno como autor dos disparos.


Mais cedo, o prefeito também entrou em contato com Sandro Caron para conversar sobre o caso. "Ele garantiu que deslocou grande efetivo até a área para identificar e capturar os suspeitos desse bárbaro crime", disse.


Além disso, o coronel Eduardo Holanda, secretário municipal da Segurança Cidadã, está atuando na ocorrência e disponibilizando equipes da Guarda Municipal. A secretária da Saúde, Ana Estela Leite, por sua vez, entrou em contato com a equipe do posto de saúde, buscando dar apoio e tranquilizar os funcionários.


Feridas


Dentre as mulheres que foram baleadas, uma sofreu um tiro no peito e foi socorrida por um policial em estado grave.


Conforme o prefeito José Sarto, que esteve no Instituto Doutor José Frota, as vítimas sobreviventes já foram socorridas. "Elas seguem em atendimento e apresentam quadro estável. Dedico minha solidariedade aos familiares das vítimas", detalhou.


Suspeitos 


Conforme um policial civil que está atendendo a ocorrência, dois dos mortos tinham ido ao posto tomar vacina. Eles usavam tornozeleiras eletrônicas. Ainda conforme o agente de segurança, ocorreu um tipo de "conversa entre rivais" antes dos tiros.


Três suspeitos entraram no posto e efetuaram os disparos. A suspeita é que uma quarta pessoa estivesse do lado de fora dando apoio aos criminosos. 


As câmeras de segurança do posto de saúde conseguiram identificar os suspeitos, que já estão sendo procurados por policiais.


Posto de Saúde

As atividades no Posto de Saúde Edmar Fujita foram suspensas nesta quarta devido à ocorrência. Em nota, a SMS detalhou que os moradores da área poderão se dirigir a qualquer unidade de saúde de Fortaleza caso precisem de atendimento médico. 


Para aqueles que buscam a vacina contra a Covid-19 é possível se dirigir aos outros postos da Regional VI de Saúde que possuem sala de imunização contra o novo coronavírus. 


Diário do Nordeste