PSDB estuda colocar Dr. Cabeto na propaganda partidária e admite debater candidatura própria - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos








sábado, 7 de maio de 2022

PSDB estuda colocar Dr. Cabeto na propaganda partidária e admite debater candidatura própria



Resolvido em relação as chapas que vão disputar vagas na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados, o PSDB do Ceará inicia debates sobre a posição que vai adotar em relação a chapa majoritária na disputa pelo governo do Estado. Nos últimos dias, declarações do médico Dr. Cabeto, ex-secretário de Saúde do Estado, animaram correligionários para uma possível candidatura própria, mas internamente isso é tratado apenas como possibilidade.


Uma das providências que podem ser tomadas nos próximos dias pela legenda para aproximar o médico dos debates públicos é exibi-lo na propaganda partidária. O presidente no Estado, Luiz Pontes, confirma a ideia, mas minimiza o possível peso disso em uma definição de candidatura.


“Propaganda partidária não é propaganda eleitoral. A ideia do partido é que todas as lideranças apareçam para mostrar que o partido tem quadros e, sem dúvida, o Cabeto é um deles”, diz, ao reforçar que isso não é decisivo em relação a uma candidatura própria.


EVIDÊNCIA NA PANDEMIA


Cabeto, um reconhecido profissional na área da Saúde, ganhou ainda mais notoriedade por comandar a política pública de saúde estadual na pandemia da Covid-19. Com um trabalho voltado a reestruturar a rede hospitalar e conceder melhorias salariais aos profissionais da área, ele deixou a gestão Camilo Santana (PT) em agosto de 2021, após a estabilização do quadro pós-segunda onda.


Desde então, ele tem advogado um projeto mais amplo de exercício do Poder no Estado com novas bases voltadas aos desafios do momento pós-pandemia. Ao conceder uma entrevista nos últimos dias, Cabeto voltou a abordar o assunto e reforçar que está à disposição do partido para um possível desafio ao governo do Estado.


Luiz Pontes enaltece o correligionário e pondera que o PSDB tem uma parceria no Estado com o PDT e isso tem um peso nos debates que estão por vir.


“Estamos na fase de discutir qual a contribuição do PSDB: é ter candidato próprio? Apoiar um outro nome? Temos que trazer isso para o debate, buscando construir um projeto. O Ceará não pode andar para trás, temos que ir para frente”. O presidente destacou bastante a parceria com o PDT.


TRATAR DE PROJETO


Ao comentar o assunto, Dr. Cabeto, também em contato com essa coluna, diz que ao propor um projeto e dizer que estava à disposição do partido não estaria fazendo uma imposição.


“Veja, eu não quis lançar nada. O princípio é muito mais importante do que o fim. Se ficarmos o tempo todo discutindo nomes não vamos chegar a canto algum. O importante é discutirmos um projeto e a juventude tem que entrar nisso. Se eu contribuir para abrir esse debate amplo, estarei bastante satisfeito e menos inquieto”.

DR. CABETO

Ex-secretário de Saúde do Estado


De uma forma ou de outra, a declaração gerou burburinho nos bastidores da política por ser um nome com um trabalho em uma área importante e que ganhou notoriedade nos últimos tempos.


Diário do Nordeste