Encontrado na Praia das Barreiras, corpo de pescador camocinense que morreu supostamente afogado após pular de barco - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos






Para mais mais informações, clique na imagem





sexta-feira, 8 de abril de 2022

Encontrado na Praia das Barreiras, corpo de pescador camocinense que morreu supostamente afogado após pular de barco



O pescador Edvaldo Bruno da Cunha, 58 anos, mais conhecido como Valdir, residente na Rua Antônio Lima, bairro Coqueiros, próximo a IGEL, foi encontrado morto durante a manhã desta sexta-feira, 08, devido a um suposto afogamento ocorrido na note anterior. 


De acordo com as informações apuradas pelo Camocim polícia (24h), era por volta das 21h de quinta-feira, 07, quando o bote a vela “Esperança” entrava na foz do Rio Coreaú depois de uma jornada de 16 dias, e como não tinha vento ficou impossível da embarcação aportar. Surgiu então a ideia de parte dos sete tripulantes vir a nado e contratar uma embarcação a motor para rebocar o bote Esperança até a praia. 


Três pescadores pularam, a vítima Edvaldo, Serginho e Otávio, e somente os dois últimos conseguiram chegar em terra. Os dois pescadores teriam informado que a vítima não conseguiu realizar a travessia devido sua idade, 58 anos, havia se afogado e estava desaparecido. Equipes da Marinha com a Polícia Militar iniciaram os levantamentos iniciais e as buscas ao suposto afogado. 


Já por volta das 06h30  desta sexta-feira, 08, o corpo da vítima foi localizado na Praia das Barreiras, depois do El Mirador. Uma equipe da Pefoce esteve no local e fez os primeiros levantamentos. Havia marcas de lesões somente no rosto do pescador, o restante do corpo estava normal. Uma equipe da Delegacia Regional de Polícia Civil de Camocim esteve no local e colheu os primeiros levantamentos e o caso provavelmente será investigado. Certamente a Marinha também realizará procedimento administrativo sobre o caso. 


Camocim Policia 24h