Fifa exclui Rússia das Eliminatórias e da Copa do Mundo do Catar - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







terça-feira, 1 de março de 2022

Fifa exclui Rússia das Eliminatórias e da Copa do Mundo do Catar



A Federação de Futebol da Rússia está suspensa pela Fifa. Assim, o país está vetado de disputar as Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar e, por consequência, o próprio Mundial. A decisão, anunciada nesta segunda-feira (28), foi tomada em parceria com a Uefa, e engloba todas as seleções: as de base, masculinas e femininas. A Rússia ainda tem a chance de recorrer do resultado ao Tribunal Arbitral do Esporte. 


O Bureau do Conselho da Fifa, que reúne os presidentes das seis confederações de futebol dos continentes, tomou a decisão em conjunto com o Comitê Executivo da Uefa - entidade que rege e decide o futebol europeu. Além disso, a Uefa também anunciou o fim do contrato de patrocínio com a Gazprom, estatal russa. 


O anúncio vem no dia em que o Comitê Olímpico Internacional (COI) recomendou a exclusão de atletas da Rússia e de Belarus das competições internacionais em todas as modalidades.



A seleção russa jogaria a repescagem das Eliminatórias contra a Polônia. A partida seria no próximo dia 24 de março. O time polonês se recusou a entrar em campo contra o adversário. Posição seguida por República Tcheca e Suécia, que vão duelar por uma vaga e pegariam o vencedor da partida entre Rússia e Polônia.


Não está definido se a Polônia terá vaga direta para a próxima fase das Eliminatórias europeias da Copa. A decisão ficará por conta da Uefa. 


O time feminino russo também não vai disputar a Eurocopa, na Inglaterra. A Fifa já havia anunciado algumas punições contra o país, como a proibição de jogar em território próprio, além de não usar a bandeira e o hino nacionais. 


A Associação de Futebol da Inglaterra e da Fifpro, o sindicato mundial de jogadores de futebol, também condenou as ações militares da Rússia na Ucrânia.


Confira o comunicado da FIFA:


"Após as decisões iniciais adotadas pelo Conselho da FIFA e pelo Comitê Executivo da UEFA, que previam a adoção de medidas adicionais, a FIFA e a UEFA decidiram hoje em conjunto que todas as equipes russas, sejam equipes representativas nacionais ou equipes de clubes, serão suspensas da participação em competições da FIFA e da UEFA até segunda ordem. Essas decisões foram adotadas hoje pelo Bureau of the FIFA Council e pelo Comitê Executivo da UEFA, respectivamente os mais altos órgãos decisórios de ambas as instituições em questões tão urgentes. O futebol está totalmente unido aqui e em total solidariedade com todas as pessoas afetadas na Ucrânia. Ambos os presidentes esperam que a situação na Ucrânia melhore significativa e rapidamente para que o futebol possa novamente ser um vetor de unidade e paz entre as pessoas."


Diário do Nordeste