Vereador do PDT de Camocim chama Camilo Santana de irresponsável e sugere que a população não o eleja senador - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







sábado, 12 de fevereiro de 2022

Vereador do PDT de Camocim chama Camilo Santana de irresponsável e sugere que a população não o eleja senador

"Espero que as pessoas se lembrem na hora de exercer o direito à democracia (voto)", disse Emanoel Vieira, em campanha eleitoral antecipada.



Os trabalhos legislativos começaram bastante movimentados na Câmara de Vereadores de Camocim. Na sessão desta sexta-feira, 11, o vereador Emanoel Vieira (PDT) utilizou a tribuna para expressar sua indignação com o decreto do Governador Camilo Santana que cancela o ponto facultativo no feriado do carnaval no Ceará.


O líder da Prefeita chamou ato de “irresponsabilidade” o fato do Governador Camilo não ter decretado o ponto facultativo no período do carnaval no estado. Emanoel saiu em defesa dos profissionais autônomos e da cadeia do turismo, bem como o setor de eventos que sofrerá prejuízos financeiros com diminuição na circulação de pessoas no tradicional período carnavalesco.


Emanoel Vieira pontuou que não estava se referindo a festas públicas promovidas por municípios, mas ao feriado.


O parlamentar, que também é empresário, citou o exemplo do governador do Maranhão, Flávio Dino, que decretara ponto facultativo em seu estado.


“É lamentável! Espero que as pessoas se lembrem disso na hora de exercer o direito a democracia (voto). Eu não concordo com o absurdo que o Governador Camilo Santana está fazendo. Tirando o ponto facultativo dos trabalhadores, ditando a autotomia dos prefeitos…”


Para encerrar, o pedetista afirmou ao colega Marcos Coelho que na hora certa falaria sobre o apoio na campanha ao governo do estado este ano.


Emanoel Vieira se diz a favor da vacinação mas os decretos acabam prejudicando a economia, a educação pública e desenvolvimento do município.


A matéria acima é do André Martins, no Camocim Portal de Notícias. 


Alfinetada


Sendo pau-mandado do deputado Sérgio Aguiar — que por sua vez é aliado e eleitor de Camilo Santana —, considero que o vereador Emanoel Vieira foi muito corajoso, ao ponto de usar a Tribuna do Legislativo municipal para realizar campanha eleitoral antecipada contra o Governador, que deverá ser candidato ao Senado. 

 

E antes que o vereador venha aqui no meu privado “encher o saco”: sim, Emanoel, vossa excelência antecipou a campanha eleitoral, quando pediu publicamente para a população não votar no Camilo Santana. 


Você disse: “Espero que as pessoas se lembrem disso na hora de exercer o direito a democracia”. Traduzindo: "Espero caro eleitor, que nas eleições deste ano você se lembre disso e não vote no Camilo Santana para Senador da república”. 


Isso além de ser desleal, porque é propaganda politica antecipada e negativa, é quebra de decoro. Sua imunidade parlamentar, o seu inviolável poder de palavra, não o credencia pára esse tipo de violação da regra eleitoral. 


Se Câmara Legislativa de Camocim tivesse moral — mas não tem — vossa excelência, além de pagar multa eleitoral, responderia a um processo na Comissão de Ética da Casa. 


Para finalizar: os vereadores têm o direito de criticar todo e qualquer ato de Governo, mas não tem prerrogativa para antecipar a campanha eleitoral no parlamento municipal, não! 


Verdade seja dito, o Vieira é especialista em polêmicas.

 

Carlos Jardel