Martinópole: Motorista desmente prefeitura sobre falta de transporte de pacientes para a Policlinica de Camocim - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos








terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

Martinópole: Motorista desmente prefeitura sobre falta de transporte de pacientes para a Policlinica de Camocim

A prefeitura de Martinópole, a mando do prefeito Betão do James Bel, publicou ontem uma nota de esclarecimentos informando que vários pacientes do município teriam perdido consultas na Policlínica de Camocim porque o Consórcio de Saúde não teria disponibilizado o transporte. Ocorre que as informações divulgadas pelo executivo municipal não eram verdadeiras,  e logo foram desmentidas pelo motorista do Consórcio, Gílson Vitor, que transporta os pacientes do município de Martinópole para atendimento em Camocim.  Confira a nota. 




Agora confira a nota mentirosa da Prefeitura e em seguida nossa alfinetada. 





Alfinetada


O prefeito Betão do James Bel, que autorizou a publicação da nota mentirosa, pelo óbvio, deveria ter ficado calado. E qual é o óbvio, Jardel? Resposta: o óbvio é que mentiras tem pernas curtas e a gestão municipal é proibida de mentir pela Constituição Federal, pois atenta, pelo menos, contra 03 (três) dos 5 (cinco) pilares da Administração Pública: “Moralidade, Publicidade e Eficiência”.


Mentir, prefeito Betão, é imoral. Quando a gestão espalha uma mentira também desconfigura o rosto da publicidade. Porque a publicidade tem compromisso com a verdade e não com a mentira. Além disso, uma mentira contada pela gestão pública gera desserviço público e desserviço é a radiografia prefeita da ineficiência


No mais: o prefeito Betão não tem moral para reclamar dos serviços do Consórcio Público de Saúde. Por quê? Porque, com a prefeita de Camocim e o de Barroquinha, não assinou o contrato de rateio financeiro com o equipamento público de saúde, numa clara demostração de irresponsabilidade com a população do seu município. Haja visto que tal postura prejudica o funcionamento do Consórcio. 


Ainda falando da nota da prefeitura: não é função do município repudiar, com mentiras, o que a própria prefeitura realiza em âmbito municipal com os martinopolenses. Ou será que o prefeito Betão imagina que as unidades básicas de saúde e o hospital público são exemplos de presteza? Será que o prefeito acredita que a população de Martinópole  é bem atendida e goza de um exemplar serviço público? 


Faltam médicos, medicamentos e os postos de saúde atendem muito mal a população. E essa situação declara a nota mentirosa da prefeitura como demagogia, hipocrisia e  politiqueira. 


Ora bolas, um servidor do município foi flagrado em Sobral utilizando um carro da saúde para namorar. Outro dia uma ambulância ficou no prego de gasolina com pacientes, também em Sobral...


Definitivamente, cabe aos populares, aos cidadãos, repudiarem as más administrações públicas e não o contrário. Ou seja, o prefeito Betão deveria, ao invés de plantar mentiras, melhorar a saúde pública de Martinópole. 


Carlos Jardel