Granja tem cobertura vacinal acima de 98% de sua população; Camocim, apenas 78% - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

Granja tem cobertura vacinal acima de 98% de sua população; Camocim, apenas 78%



Em levantamento publicado pelo Jornal Diário do Nordeste, Granja, apresenta um dos melhores índices primários de cobertura vacinal contra a Covid-19. O município que pertence a 16ª Área Descentralizada de Saúde de Camocim, possui taxa de 98,7%.


Segundo a publicação, “a cobertura do esquema básico no Ceará está em 88,5%, com quase 6,8 milhões de beneficiados. Porém, os dados por município revelam discrepâncias entre os processos: 43 cidades estão abaixo dos 80%, e 11 têm menos de 70%.” Diz um trecho.


Entre as cidade com percentual menor que a média do estado está Camocim, que também pertence a 16º ADS aparecendo com 75,6%.


Segundo Sayonara Moura Cidade, presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE), o objetivo é ultrapassar a marca dos 95% em todo o Estado.


A representante defende que, além de “vacinar mais pessoas o mais rápido possível", é necessário que o processo seja simétrico, “com todas as regiões avançando juntas na cobertura vacinal”. Cariri e Norte têm as maiores taxas, atualmente, enquanto o Sertão Central fica em último lugar.


Para complementar o processo dos atrasados, Sayonara lista ações como a busca ativa e a descentralização de pontos de vacinação, além da ampliação do horário de funcionamento dos locais de aplicação.


Em Camocim, por exemplo, os mutirões ocorrem apenas em um único local e no horário matinal que vai sempre de 8h às 11h, criando barreiras para quem trabalha ou quem está ausente neste intervalo de tempo.


André Martins, no Camocim Portal de Notícias