Ed Motta é detonado após dizer que Raul Seixas tinha falha de caráter e que era musicalmente ruim: ‘Ed Bost*’ - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Ed Motta é detonado após dizer que Raul Seixas tinha falha de caráter e que era musicalmente ruim: ‘Ed Bost*’


Uma live feita pelo músico Ed Motta na última sexta-feira (18/02) repercutiu bastantes nas redes sociais entre os fãs de rock nacional. Na transmissão ao vivo, Ed Motta atacou a memória de Raul Seixas com duras palavras, dizendo claramente que o roqueiro era ruim musicalmente e que tinha falha de caráter.


“Raul Seixas tem uma falha de caráter terrível na vida dele: ele foi funcionário de gravadora. Ou seja: ele trabalhou contra os colegas“, disse o sobrinho do Tim Maia ao bater na tecla que Raul era mau caráter por ter trabalhado em uma gravadora. Raul realmente trabalhou na CBS, atual Sony Music, como produtor, ainda antes de se lançar como artista solo. Nessa época de produtor, Raul Seixas compôs diversas músicas que foram gravadas e fizeram sucesso na voz de outros artistas.


Em outro ponto da live, Ed Motta também desmereceu Raul Seixas como compositor: “Quem fazia o que ele tinha de mais brilhante – que era o texto – era o Paulo Coelho“, afirmou o músico. No entanto, essa frase de Ed Motta pode ser considerada uma inverdade, já que Raul Seixas teve diversos outros parceiros ao longo de sua carreira. Há também grandes sucessos do roqueiro que ele assina sozinho, como “Ouro de Tolo”, considerada uma de suas melhores letras.


A repercussão das falas de Ed Motta pegaram mal para o próprio artista, que começou a ser detonado nas redes sociais. No próprio vídeo do YouTube há comentários como: “Em 20 e poucos anos de minhas humildes apresentações nos botecos da vida nunca ouvi alguém gritando ‘Toca Ed Motta’“, disse o usuário do YouTube conhecido como Iko Ferrera.

O guitarrista Rick Ferreira, patrimônio da música brasileira que gravou praticamente todos os discos de Raul Seixas, além de ter gravado outros tantos de Belchior, Zé Ramalho e Erasmo Carlos, também saiu em defesa de seu antigo amigo, que já não está mais aqui para se defender.


“Que você não goste do Raul, tudo bem, tudo ótimo! Você é um Musico/Cantor do Jazz e não é obrigado a gostar. Musica é assim, cada um gosta do que gosta! É como eu sempre digo: musica bate, emociona, e a gente gosta ou não gosta, simples assim! Agora, o que vc fez com essas suas declarações usando palavras ofensivas, tentando denegrir a obra e principalmente a imagem pessoal do Raul o chamando de mau caráter, que jogou contra os artistas, e até usando a palavra ‘bandido’, caberia a você (se fosse comigo), um belo de um processo“, disse Rick Ferreira, deixando bem claro no final do seu texto, que o único artista que ele tem vergonha de um dia ter trabalhado junto é o Ed Motta. Veja abaixo o depoimento do guitarrista de forma integral.




Já Sylvio Passos, fundador do fã-clube oficial de Raul Seixas, que até hoje trabalha na divulgação do trabalho do roqueiro, que morreu em agosto de 1989, foi além e chamou o sobrinho de Tim Maia de “Ed Bosta”. Em sua postagem, em forma de vídeo, Sylvio legendou com as seguintes palavras: “Ed Bosta precisa usar um morto que tem mais público que ele para ‘aparecer’. Completo idiota“, disse ele.




Raul Seixas faleceu no dia 21 de agosto de 1989, vítima de uma parada cardíaca decorrente de uma pancreatite aguda. O roqueiro, fã de Elvis Presley e Luiz Gonzaga, deixou um grande legado para a música brasileira.