Quer dizer, Jaime, que foi só um momento de distração? - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Quer dizer, Jaime, que foi só um momento de distração?



Pense na desculpa furada! 


Está faltando medicamentos — inclusive dipirona — nas prateleiras das farmácias das unidades básicas de saúde de Barroquinha, e o prefeito Jaime Veras — podendo ficar calado e providenciar a compra dos remédios — na sua indefectível live semanal — falta tudo, menos a live —, resolve  abrir a boca para tentar emplacar uma justificativa sem sentido: “sendo mais de 60, 70, dipirona usado diariamente e que à denúncia não macula a administração”.


1.º, as denúncias diárias sobre a  falta de medicação, não objetivam  macular a administração, mas sim cobrar dela o direito sagrado de quem precisa da saúde pública. 


2.º, se a procura por determinado medicamento aumentou, então é simples: basta melhorar o planejamento da gestão e investir na demanda, para não deixar os pobres mortais sem assistência. 


3.º, no lugar de lamentar, o prefeito precisa mostrar as prateleiras abastecidas.


— Só lembrando: as prateleiras de medicamentos dos postos de saúde não são preenchidas apenas com dipirona, mas com toda a medicação de uso contínuo. O negócio é que a  foto abaixo demonstra que está faltando é tudo. 




Alfinetada


Sobre essa foto, o prefeito Live Veras disse que foi tirada “num momento de distração!”. 


É muita cara de pau! 


Carlos Jardel