Camilo empossa novos secretários e amarra ainda mais aliança com PT - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Camilo empossa novos secretários e amarra ainda mais aliança com PT



As mudanças no primeiro escalão do Governo Camilo Santana, com a saída de secretários que irão concorrer às eleições de 2022, deixam um recado para quem alimenta conflitos entre PT e PDT: a nomeação da ex-prefeita de Jaguaruana, Ana Tereza, para a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), é um dos elos mais fortes entre os dois partidos.


Ana é ligada ao deputado federal José Guimarães, um dos mais ferrenhos defensores da aliança do PT com o PDT. A ex-prefeita de Jaguaruana é a primeira mulher a comandar a Secretaria do Desenvolvimento Agrária, cargo que era ocupado pelo petista De Assis Diniz, integrante do grupo de Guimarães. Diniz, que ganhou destaque nas ações na área agrícola, é pré-candidato à Assembleia Legislativa.


A poderosa Secretaria de Cidades, antes sob a direção do deputado estadual Zezinho Albuquerque (PP), passa a ser administrada pelo ex-presidente da Assembleia Legislativa, Marcos Cals. (foto) Marcos exercia o cargo de Secretário de Habitação da pasta e, pelo perfil de diálogo, se credenciou como homem de confiança de Zezinho e do próprio Camilo Santana.


Zezinho, que reassumiu o mandato parlamentar e disputará à reeleição, recebeu, em 2019, a Secretaria de Cidades abrir mão da corrida pelo terceiro mandato como Presidente da Assembleia Legislativa. Ele aceitou o cargo no primeiro escalão da gestão Camilo Santana e, ao longo de três anos, se manteve discreto, mas segurou os votos que o garantirão uma confortável reeleição e ajudará, também, o filho AJA Albuquerque na luta pela renovação do mandato na Câmara Federal.


CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COM O PC do B


O PC do B continua à frente da Secretaria de Ciência e Tecnologia. O ex-senador Inácio Arruda deixou o cargo a pedido do Governador Camilo Santana para ficar livre para uma eventual candidatura nas eleições de 2022. Com a saída de Inácio, a Secretaria passa às mãos do engenheiro Carlos Décimo de Souza, um fiel militante do PC do B. Décimo acompanhou Inácio Arruda na Câmara Municipal de Fortaleza, Assembleia Legislativa, Câmara Federal e Senado.


Ceará Agora