Geração de emprego? Camocim e Viçosa do Ceará sequer apareceram na lista do Ministério da Economia - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos






Para mais mais informações, clique na imagem





quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Geração de emprego? Camocim e Viçosa do Ceará sequer apareceram na lista do Ministério da Economia

Granja e Acaraú entre as 15 cidades que mais ofertam empregos formais no Ceará




Camocim e Viçosa do Ceará, municípios com enorme potencial para a geração de emprego e renda,  sequer apareceram na relação das cidades que mais geraram empregos formais no mês de outubro deste ano, conforme dados divulgados ontem (30) pelo Governo Federal através do Ministério da Economia. 


O fato de Camocim, Viçosa e outros municípios não constarem na lista reflete um tanto da incapacidade das gestões municipais no que diz respeito ao incentivo no fator econômico. Mas Camocim e Viçosa apresentam particularidades para além da mera incompetência. Veja bem:


1- Camocim tem uma prefeita  governada pela ouvidora municipal e um secretariado incompetente, todos refém do coronel Sérgio Aguiar, que costuma usar a prefeitura para empregar aliados políticos de outras cidades, sendo essa a sua grande preocupação no tocante ao quesito geração de emprego e renda. Isso sem falar que é uma modelo de governo que detesta trabalhadores concursados. Basta lembrar do que fez Monica Aguiar com os aprovados do concurso público: acionou a Justiça contra eles. 


2- Já em Viçosa, o prefeito até cassado foi pela Justiça Eleitoral, porque utilizou a máquina pública em beneficio próprio, para fazer campanha politica incidindo em abuso de poder politico e econômico. Como então se preocupar em gerar emprego e renda  para a população?  


15 Municípios do Ceará integram a relação positiva divulgada pelo Ministério da Economia. Destes,  Granja e Acaraú aparecem respectivamente em 4º e 5º lugar no cenário cearense, conforme reportagem do Diário do Nordeste.




Carlos Jardel