Messi conquista Bola de Ouro pela sétima vez e se isola ainda mais como maior vencedor - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos






Para mais mais informações, clique na imagem





segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Messi conquista Bola de Ouro pela sétima vez e se isola ainda mais como maior vencedor



O argentino Lionel Messi conquistou a Bola de Ouro da revista francesa "France Football" pela sétima vez nesta segunda-feira (29), em cerimônia realizada no Théâtre du Châtelet, em Paris. O atacante do Paris Saint-Germain superou o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e o ítalo-brasileiro Jorginho, do Chelsea. O atacante Neymar, único representante do Brasil na disputa, ficou na 16ª colocação (confira o Top-30 abaixo).


A sétima conquista de Lionel Messi coloca o argentino na liderança, ao lado do brasileiro Pelé, dos maiores vencedores do prêmio Bola de Ouro. O português Cristiano Ronaldo, com cinco, é o segundo com mais troféus.


Entre as mulheres, a meio-campista Alexia Putellas, do Barcelona, conquistou a Bola de Ouro.


Vale ressaltar que esse prêmio é diferente do The Best, organizado pela Fifa. Antes unificados, a entidade máxima do futebol criou uma eleição de melhor do mundo exclusiva em 2016. Os indicados ao outro título foram anunciados, com divulgação do vencedor em janeiro.


TROFÉU LEV YASHIN


Na disputa da "Luva de Ouro", também chamado de "Troféu Lev Yashin", em homenagem ao ex-goleiro russo vencedor da Bola de Ouro de 1963, o goleiro italiano Gianluigi Donnarumma superou o francês Édouard Mendy, do Chelsea, e o esloveno Jan Oblak, do Atlético de Madrid. O brasileiro Éderson, do Manchester City, ficou na 4ª colocação.


TROFÉU KOPA (MELHOR JOGADOR SUB-21 DO MUNDO)


O meio-campista Pedri, do Barcelona, foi eleito o melhor jogador sub-21 do mundo. O espanhol superou inglês Jude Bellingham, do Borussia Dortmund, e o alemão Jamal Musiala, do Bayern de Munique.


CONFIRA O TOP-30 DA BOLA DE OURO 2021


29° - Azpilicueta (Chelsea)

29° - Modrić (Real Madrid)

26° - Barella (Internazionale)

26° - Rúben Dias (Manchester City)

26° - Gerard Moreno (Villarreal)

25° - Phil Foden (Manchester City)

24° - Pedri (Barcelona)

23° - Harry Kane (Tottenham)

21° - Lautaro Martínez (Internazionale)

21° - Bruno Fernandes (Manchester United)

20° - Mahrez (Manchester City)

19° - Mason Mount (Chelsea)

18° - Kjær (Milan)

17° - Luis Suárez (Atlético de Madrid)

16° - Neymar (Paris Saint-Germain)

15° - Sterling (Manchester City)

14° - Bonucci (Juventus)

13° - Chiellini (Juventus)

12° - Lukaku (Chelsea)

11° - Erling Haaland (Borussia Dortmund)

10° - Gianluigi Donnarumma (Paris Saint-Germain)

9º - Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain)

8º - De Bruyne (Manchester City)

7º - Mohamed Salah (Liverpool)

6º - Cristiano Ronaldo (Manchester United)

5° - N'Golo Kanté (Chelsea)

4° - Karim Benzema (Real Madrid)

3° - Jorginho (Chelsea)

2° - Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

1° - Lionel Messi (Paris Saint-Germain)