Bolsonaro é recebido em Russas por aliados e com protestos de movimentos sociaisf - Revista Camocim













quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Bolsonaro é recebido em Russas por aliados e com protestos de movimentos sociaisf

Foto: kid Júnior



Apesar de vir anunciar ações da Jornada das águas, Jair Bolsonaro (sem partido) foi recebido em Russas, no Ceará, na manhã desta quarta-feira (20), não apenas por aliados políticos, mas sob protestos de movimentos sociais e sindicais contrários ao governo federal.


Entidades sociais organizam um protesto para denunciar a gestão do presidente. Segundo Fernanda Lima, da Liga Internacional Socialista, Bolsonaro representa "retrocessos", sobretudo para os grupos mais vulneráveis.


"Retrocesso de direitos, tanto para os universitários que estão tendo cortes em investimentos na educação, a ciência que está recebendo um monte de boicote, a juventude LGBT e não pode ser quem é por causa da repressão do Bolsonaro", avaliou.


ALIADOS


O chefe do Executivo está acompanhado dos deputados André Fernandes (PSL), Delegado Cavalcante (PTB), Dr. Jaziel (PL), além dos vereadores de Fortaleza Carmelo Neto e Priscila Costa, que integram a comitiva presidencial. 


O padeiro Naldo Rodrigues saiu de Baraúna, no Rio Grande do Norte, para Russas por acreditar nos projetos políticos de Bolsonaro.


"Acredito ainda no nosso Brasil, apesar das dificuldades que estamos passando. Acredito e confio porque sou fiel a Deus como ele", relatou. 


PACOTE DE OBRAS


A visita presidencial faz parte de um pacote de anúncios de obras hídricas chamado "Jornada das Águas",  evento do Ministério do Desenvolvimento Regional, que teve início no norte de Minas Gerais e percorre os 9 estados nordestinos, levando intervenções de abastecimento, saneamento e uso da água.


O Nordeste, bom lembrar,  é a região em que Bolsonaro segue com a popularidade em baixa conforme apontam as pesquisas e o resultado das urnas em 2018. 

A solenidade em Russas está prevista para às 11h. No município cearense, o presidente deverá fazer o lançamento do edital para a construção do Ramal do Salgado, último trecho da Transposição das Águas do Rio São Francisco. Um investimento de R$ 600 milhões, cuja licitação será lançada agora. 


Além disso, o presidente, ao lado do ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, anunciará a criação do Fundo de Desenvolvimento Regional Sustentável e vai assinar a Ordem de Serviço para recuperação da Barragem Banabuiú. Após a solenidade, há previsão de sobrevoo em obras hídricas no Estado e retorno à Mossoró.A visita presidencial faz parte de um pacote de anúncios de obras hídricas chamado "Jornada das Águas",  evento do Ministério do Desenvolvimento Regional, que teve início no norte de Minas Gerais e percorre os 9 estados nordestinos, levando intervenções de abastecimento, saneamento e uso da água.


SOLENIDADE


A solenidade em Russas está prevista para às 11h. No município cearense, o presidente deverá fazer o lançamento do edital para a construção do Ramal do Salgado, último trecho da Transposição das Águas do Rio São Francisco. Um investimento de R$ 600 milhões, cuja licitação será lançada agora. 


Além disso, o presidente, ao lado do ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, anunciará a criação do Fundo de Desenvolvimento Regional Sustentável e vai assinar a Ordem de Serviço para recuperação da Barragem Banabuiú. Após a solenidade, há previsão de sobrevoo em obras hídricas no Estado e retorno à Mossoró.


Diário do Nordeste


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.