Apesar de dois requerimentos aprovados, prefeitura de Camocim ignora moradores do Tapete Verde - Revista Camocim

















quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Apesar de dois requerimentos aprovados, prefeitura de Camocim ignora moradores do Tapete Verde

Nada de calçamento e nada de iluminação pública.



Na rua Travessa 1º de Maio, bairro Tapete Verde, por incrível que pareça, já foram aprovados dois requerimentos na Câmara dos Vereadores, solicitando à Secretaria de Infraestrutura a pavimentação desta rua em pedra tosca e a devida ampliação da iluminação pública para a mesma. Destes dois requerimentos, um deles foi aprovado na gestão da ex-prefeita Monica, cuja autoria foi do vereador Marcos Coelho e nada de calçamento e iluminação. O outro, desta vez, foi aprovado no exercício da prefeita Betinha, através do vereador Mário Roberto e a medida é a mesma: nada de calçamento e nada de iluminação pública.


Nesse caso, observa-se a morosidade e o descaso do poder público municipal. Sem dúvida, os moradores são os mais prejudicados, porque no inverno sofrem com as constantes poças de lamas, e no verão padecem com a poeira incessante dos fortes ventos, além de lixos e entulhos jogados nos terrenos por transeuntes.


Alô secretários, caso tenham autonomia vamos agir. É inadmissível ter dois requerimentos aprovados - na mesma rua e no mesmo bairro -  e não se ter o resultado efetivo da rua pavimentada e iluminada.


Sobre esse fato, ao propor o requerimento nº 152/2021, o vereador Mário Roberto apresentou a seguinte justificativa: “Diversas famílias residem no trecho supracitado, sendo, porém, privados de boas condições de mobilidade e de segurança. Sem a pavimentação, os moradores sofrem com as poças de lama (no inverno) ou com a poeira (no verão). Sem a completa iluminação pública, a locomoção fica comprometida à noite por questões de segurança. Sem as mínimas condições de infraestrutura, o trecho tem sido aproveitado para descarte indevido de lixo, triste atitude que afeta os moradores que residem naquela região”.


Nesse contexto, para  José,  morador do bairro, “existe muita areia no local e à noite fica difícil andar devido a escuridão, muito embora seja uma travessa principal que liga a Boa Esperança ao Centro”. Já para a senhora Francisca, “talvez eles estejam esperando as eleições para começarem a fazer alguma obra  no bairro”. Por fim, uma moradora mais jovem  argumentou o seguinte: “eles [do governo Betinha] não sabem cuidar da sua cozinha e querem governar o mundo”.


Em resumo, a comunidade pede maior empenho e proatividade dos secretários de infraestrutura e conservação e serviços públicos, respectivamente, os senhores Cleire Júnior e Erisvaldo Magalhães [irmão da prefeita], para que tomem medidas efetivas no tocante à aplicação do calçamento em pedra tosca e a devida  ampliação da iluminação pública no bairro.



Requerimento/Marcos Coelho



Requerimento/ Mário Roberto


Leitor colaborador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.