Wesley Safadão presta esclarecimentos sobre vacinação contra a Covid em Delegacia de Combate à Corrupção - Revista Camocim















quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Wesley Safadão presta esclarecimentos sobre vacinação contra a Covid em Delegacia de Combate à Corrupção



O cantor Wesley Safadão compareceu à Delegacia de Combate à Corrupção na manhã desta quarta-feira (15) para depor sobre o caso envolvendo a vacinação dele e da esposa, a influenciadora Thyane Dantas, contra a Covid-19 em Fortaleza. Ele deixou o local sem conceder entrevistas sobre o assunto.


O casal virou alvo de inquérito policial no último dia 15 de julho, dias após Wesley Safadão ser imunizado fora do local estabelecido pela Prefeitura de Fortaleza, enquanto Thyane recebeu dose única de imunobiológico de forma antecipada. Na época, a esposa do artista, que tem 30 anos, ainda não estava inclusa na faixa etária contemplada pelas listas divulgadas diariamente pelo poder municipal, que informam quem deve comparecer aos locais de vacinação. Nesta quarta (15), ela não foi à delegacia junto do esposo.


Wesley, que estava entre os estabelecidos por idade, teve nome divulgado na lista, mas compareceu à vacinação em um shopping enquanto estava agendado para o Centro de Eventos do Ceará. 


Além disso, Sabrina Tavares Brandão, produtora do cantor, que se vacinou no mesmo dia e local do artista, também entrou na apuração do caso.


INVESTIGAÇÃO DA SMS


A Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS) apontou dois funcionários terceirizados e uma servidora do município por "irregularidade funcional" em meio às suspeitas da vacinação inadequada.


A pasta publicou a informação no  Diário Oficial do Município nº 17.137, de 6 de setembro de 2021, e relatou que os dois terceirizados devem ser devolvidos para a empresa contratante. Já a servidora deve passar por Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD). 


MPCE SEGUE COM PROCEDIMENTO INVESTIGATÓRIO CRIMINAL


O processo de vacinação contra a Covid-19 da influencer Thyane Dantas, do cantor Wesley Safadão e da produtora do artista, Sabrina Tavares, também segue em apuração pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE).


Segundo o MPCE, 11 pessoas foram ouvidas nos dias 12 e 18 de agosto, incluindo os três envolvidos no caso e alguns servidores públicos de Fortaleza. 


No dia 26 de agosto, o Grupo de Trabalho Covid-19 — formado por promotores de Justiça — duas outras testemunhas foram agendadas para serem ouvidas, incluindo um representante do Instituto de Pesos e Medidas de Fortaleza (Ipem-Fort).


Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.