Quem quer paz que se prepare para a guerra? A boca fala do que está cheio o coração - Revista Camocim















sábado, 4 de setembro de 2021

Quem quer paz que se prepare para a guerra? A boca fala do que está cheio o coração




 Por Paulo Emanuel Lopes*


“Com flores não se ganha a guerra não pessoal. Quando se fala em armamento, quem quer paz se prepare para a guerra.”


As palavras acima foram ditas pelo presidente da República do Brasil nesta quarta-feira (1), em evento para militares no Rio de Janeiro. A frase, que parece sinalizar a entrada do Brasil em uma grande guerra, foi proferida em tempos de paz, e mostra como elegemos um homem usurpador do santo nome de Deus.


Nosso Brasil tem tantas carências! Temos milhões de pessoas na pobreza, vivendo em zonas periféricas que carregam tantas mazelas sociais! Tanto desemprego! Mas as chagas do nosso povo não parecem pesar na consciência do Presidente.


Temos grandes projetos de infraestrutura parados, ou em andamento lento país afora, que poderiam diminuir custos de transporte, tornando nossas exportações mais competitivas e os alimentos mais baratos - mas isso não parece tolher o sono do nosso Presidente. Temos uma pandemia prolongada em curso, centenas de brasileiros morrendo diariamente (há pouco tempo eram milhares) e uma vacinação que não avança da maneira que gostaríamos. E além das dificuldades logísticas e financeiras que qualquer campanha de vacinação deste porte enfrentaria, ainda precisamos lidar com número considerável de pessoas que se recusam a tomar a vacina. Mas isso também não parece motivo de preocupação para nosso Presidente.


Temos uma economia cambaleante, que não conta com projetos de incentivo à indústria, à redução de custos no agronegócio. Um setor cultural abandonado e perseguido. Não há discussão política para reformas que realmente interessam ao Brasil como Tributária, para que os ricos paguem mais impostos e que estes sejam simplificados; Administrativa, para que se acabem vícios como o de oferecer emprego em troco de voto; Universitária, provendo recursos e incentivos para os campus integrarem-se à economia real do País; Urbana, para que nossas metrópoles ofereçam mais qualidade de vida a seus moradores. Para o Presidente, nossa falta de rumo como Nação não parece ser um problema.


Vale lembrar que hoje o Brasil é um país jovem, temos muitas pessoas que trabalham para sustentar os idosos. Mas em alguns anos, à medida que nossa geração envelhecer, se não conseguirmos resolver nossos problemas hoje, quem vai cuidar de nós à medida que a balança pender? Ou seja, quando houver mais velhos que gente nova? Se a concentração de renda não para de aumentar, enquanto a economia produz cada vez menos riquezas, estamos caminhando para um cenário de aumento da pobreza e dos problemas sociais.


Mas nada disso parece interessar a este excelentíssimo senhor. Ele só pensa em confusão, só fala em armas, em guerra e nas “quatro linhas da Constituição”. No MEU EXÉRCITO. Esse insano, eleito com nosso voto, só quer saber de manter-se no Poder, disfarçando sua INCOMPETÊNCIA em palavras e gestos absurdos, desviando o foco do que realmente importa.


“Eu tenho 3 alternativas para o meu futuro: estar preso, ser morto ou a vitória.” O seu, o meu, o nosso futuro não parece estar em seu horizonte de preocupações. “Só Deus me tira da cadeira presidencial”, disse também.


Ele nunca é a favor de nada, só é contra “tudo que está aí”. Ou seja, ele não sabe o que fazer com o Poder que o demos. Ele sempre foi um deputado medíocre, que ganhou fama nacional proferindo loucuras. E segue como um presidente medíocre, com filhos medíocres, que só sabem destruir, não construir.


"Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão." Êxodo 20:7


“Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração.” Mateus 12:34


É hora de acordarmos e termos a coragem de ver que o rei está nú.


“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.


Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?


Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.


Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.


Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.


Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.


Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.


Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?


E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.” Mateus 7:15-23


*é Jornalista e Publicitário. Escreve às sextas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.