Museu do Pescador: o histórico elefante branco da oligarquia Aguiar - Revista Camocim















sexta-feira, 10 de setembro de 2021

Museu do Pescador: o histórico elefante branco da oligarquia Aguiar


Para que e a quem serve o grande elefante branco mal parido pela oligarquia Aguiar ainda no governo do ex-prefeito Sérgio? Objetivamente, respondendo, até o momento, o famoso Museu do Pescador só serviu/serve aos usuários de drogas que nele se encostam para arrochar um baseado. Serviu também  aos donos da empresa responsável pela construção, pois receberam o devido pagamento pelo serviço. E tirando esses, ninguém mais se aproveitou da estrutura pública erguida na Avenida Beira Mar de Camocim para, ao que tudo indica,  fazer  apologia ao desperdício do dinheiro do povo. 


O "bicho" começou ser erguido na gestão do ex-prefeito Sérgio Aguiar, que saiu da prefeitura em 2005 deixando a obra inacabada e com várias irregularidades na prestação de contas. E aí, no ano de 2015, já na gestão Monica, referente a esse projeto, a prefeitura de Camocim, através da Secretaria de Turismo, teve que devolver aos cofres do Governo do Estado o valor de R$ 299.545,00 - duzentos e noventa e nove mil, quinhentos e quarenta e cinco reais - Na época, a prefeita não se pronunciou sobre o assunto. 


Bom, mas, passado trancos e barrancos, a gestão Monica conseguiu inaugurar o que passou a ser chamado de "complexo turístico", que somente os pirados da batatinha conseguem crer que tudo aquilo espichado na Beira Mar tem finalidade turística...


O fato é que: volta e meia a inteligência, ao contemplar o abandono e a feiura que é o espaço,  provoca o debate sobre os objetivos do polêmico e morto equipamento público, questionando sua serventia e lamentando o dinheiro público que escorreu pelo ralo da corrupção. 


Carlos Jardel


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.