Ignorância: vereadores desaprovam utilização de energia solar em Camocim - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os produtos

Clique na imagem e faça agora sua pré-inscrição. Vagas limitadas!


Para mais mais informações, clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem
R.General Tibúrcio, vizinho à Academia de Letras, Centro.Telefone: (88) 9 9422 2120.









quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Ignorância: vereadores desaprovam utilização de energia solar em Camocim


A votação estava 6 x 6 quando o Presidente Jeová Vasconcelos desempatou e fez derrotar o Projeto de Lei do Vereador Marcos Coelho.



A Câmara Municipal de Camocim, durante sua Sessão realizada na última sexta(27/08), discutiu e reprovou o Projeto de Lei n°: 04/2021 que previa a utilização, preferencial, de energia solar na rede de iluminação pública Camocinense.


O PL de autoria do Vereador Marcos Coelho(PSDB) previa que a iluminação pública nas vias, nas praças, nos semáforos e em outros logradouros mantidos pelo poder público  municipal seria alimentada através de equipamentos dotados de células fotovoltaicas para conversão de raios solares em energia armazenada, nas  baterias, para esse fim.


Estava contida, também, na referida proposição, do vereador e líder da oposição, que a implantação dessa fonte de energia limpa, renovável e segura se daria de maneira gradativa.


A ignorância dos vereadores ligados ao Deputado/prefeito Sergio Aguiar fizeram com que essa importante ideia fosse

desaprovada, considerando que, após o empate entre os componentes do Poder Legislativo, o Presidente da Câmara votou por último e também foi contra o uso da energia solar, levando o placar à 7 X 6.


Alfinetada: é muita burrice mesmo, neste momento que vivemos a maior crise energética no Brasil, se derrotar uma proposta legislativa que previa a utilização de uma nova e limpa fonte de energia: a solar.


"Parabéns" vereadores de situação, vocês são o cúmulo da ignorância.




Carlos Jardel