A co-criadora e suas desprezíveis criaturas, corruptos! - Revista Camocim

















sábado, 25 de setembro de 2021

A co-criadora e suas desprezíveis criaturas, corruptos!


A ex-prefeita Monica Aguiar [que continua exercendo o cargo fingindo ser ouvidora da Betinha] marcou presença ontem (24) no Plenário Legislativo Municipal durante a sessão de Julgamento das contas do seu governo, referentes ao exercício financeiro de 2015, aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado - TCE. 


O parecer da Corte recebeu, dos 14 vereadores presentes,  09 votos favoráveis  e 05 desfavoráveis.




Após a bajulação presencial entre criaturas e co-criadora , Monica postou em suas redes sociais a foto acima com a legenda abaixo, que após leitura do caro internauta, a tratarei com as devidas alfinetadas. 



-"A Câmara Municipal de Camocim aprovou na sessão desta sexta-feira (24), as contas de governo da minha gestão relativas ao exercício de 2015.
Os edis seguiram a orientação do parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que tinha se manifestado pela aprovação.
Isso é reflexo da responsabilidade da nossa equipe que sempre foi comprometida com todo empenho e lisura, mostrando o nosso compromisso em fazer gestão pública com seriedade e transparência.
Me fiz presente na ocasião e, agradeci a todos os vereadores que trabalham diariamente para construir o nosso Camocim do Presente e Futuro".


Alfinetada


1- A Ouvidora diz: "Os edis seguiram a orientação do parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que tinha se manifestado pela aprovação".


Mentiram dona Monica!  Os vereadores seguiram a orientação sua e do seu esposo, o deputado Sérgio Aguiar.  Os vereadores de sua bancada estão pouco se lixando para o relatório do TCE. Muitos nem ao menos tiveram a preocupação de ler o documento. E tanto faz como tanto fez, lendo, a minoria seria capaz de entender sequer um linha, haja visto o grau de analfabetismo funcional.  A única preocupação deles era em não errar a declaração do voto. 


Historicamente os vereadores da oligarquia nunca se renderam ao genuíno exercício parlamentar. Prova disso temos  na polêmia votação - Raparigas do Cabaré -  da prestação de contas do ex-prefeito Sérgio Aguiar,  na qual os vereadores de Sérgio não seguiram a orientação do Tribunal de Contas para livrar o líder politico das malhas da ficha suja. 


2 - A Ouvidora diz: Isso é reflexo da responsabilidade da nossa equipe que sempre foi comprometida com todo empenho e lisura...", 


Mentira! Isso é reflexo da pura subserviência dos vereadores da base Aguiar. Por tanto, não é responsabilidade. É irresponsabilidade! Não é empenho, lisura e comprometimento, é justamente a plena falta de empenho, lisura  e compromisso com o parlamento e com a população. Ainda falando de compromisso, o único que eles possuem é exclusivamente com o próprio bolso e com a Oligarquia. 


3 - A ouvidora continuou dizendo que o grupo dela tem mostrado o seu  "compromisso em fazer gestão pública com seriedade e transparência"


Mentira! O grupo politico Aguiar não tem compromisso e seriedade alguma com a gestão pública transparente. O governo Monica Aguiar foi o máximo possível obscuro, negando, inclusive via Câmara, através dos aliados, informações e esclarecimentos sobra várias questões da Administração Pública. 


Quantos requerimentos nesse sentido a bancada de situação rejeitou? Todos! A prefeita Monica negou, por exemplo, explicações sobre o saneamento básico, sobre a transferência ilegal  de dinheiro público via wahtsapp. Ela nunca se pronunciou a respeito do sumiço da caçamba do PAC e nunca foi transparente sobre os recursos do Fundef e do Fundeb, negou-se a prestar informações ao Sindicato Apeoc, sendo necessário, por várias vezes, a intervenção da Promotoria de Justiça.


A propósito: Cadê o Conselho do Fundeb de Camocim? 



Resumindo, a ex-prefeita Monica e seu bando não tem moral algum pra falar de "compromisso com a transparência". 


Pra finalizar: dona Monica, a senhora ainda não caiu nas malhas oficiais da Lei da Ficha Limpa, não porque tenha sido uma boa gestora, mas porque conta com sujas influências politicas. Mas isso não muda os fatos e nem a opinião ao seu respeito enquanto figura pública, por esse motivo fico com as vozes da Justiça nos degraus de sua instância: a senhora e seu marido não passam de um casal CORRUPTO! 


Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.