Diocese de Tianguá celebra 50 anos de sua fundação - Revista Camocim















quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Diocese de Tianguá celebra 50 anos de sua fundação

 







Histórico


A Diocese de Tianguá foi criada pelo Papa Paulo VI, juntamente com as Dioceses de Itapipoca e Quixadá, a 13 de março de 1971, pela Bula "Qui summopere". Tianguá foi desmembrada da Diocese de Sobral em todo o seu território.


Geograficamente, situa na zona norte do Estado do Ceará, Brasil, ocupa um território de 9.680,7 Km², com uma população estimada, hoje, em 458.828 habitantes (estimativa IBGE – 2009). A sede da Diocese, Tianguá, dista 315 Km da Capital do Estado, Fortaleza, sendo ligada por estrada de asfalto. Apesar de ser um território pequeno, para os cânones das circunscrições eclesiásticas do Brasil, não deixa de apresentar uma certa dificuldade de comunicação por estar composta de duas realidades bem diferenciadas e mal comunicadas entre si: a Região do Litoral e do Sertão, zona baixa e quente, dista 103 Km (Granja) da matriz, e 191 Km (Bitupitá); e a Região da Ibiapaba, denominada de "Serra Grande da Ibiapaba", um Planalto com média de 640 a 950 metros de altitude sobre o nível do mar.


Politicamente, a Diocese íntegra 13 Municípios: Camocim, Granja, Barroquinha e Chaval, no litoral norte; Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Carnaubal. Guaraciaba do Norte e Croatá, no Planalto da Ibiapaba; e Graça, no Sertão.


Economicamente, é uma região primária com atividades de agricultura, pesca e extrativismo. A região da Ibiapaba, possuindo uma estreita faixa úmida, é favorável ao cultivo de frutas, verduras, cana de açúcar, flores tropicais e, hoje, lindas rosas para a exportação. O resto do território só oferece possibilidades para os cultivos tradicionais de mandioca, milho feijão e, nas encostas da serra, arroz; todos produtos da chamada agricultura de subsistência. A Indústria é incipiente, atendendo o setor de roupas, calçados, produtos manufaturados de couro e fibras, conservas (doces) e pequenos engenhos que fabricam aguardentes e rapaduras. Nas cidades, a maioria dos postos de trabalho depende das prefeituras e do pacato comércio varejista. São poucos os trabalhadores de carteira assinada e os que recebem conforme a vencimento.


Eclesiasticamente, a Diocese está integrada por 20 Paróquias, 03 Áreas Missionárias e 02 Áreas Pastorais. Os trabalhos pastorais são orientados por 43 Sacerdotes e 09 Diáconos Permanentes, secundados por um significativo número de religiosas e leigos que compartilham na corresponsabilidade a missão evangelizadora. Para melhor administrar o numeroso Povo de Deus que o Senhor nos confiou, a Diocese investe na descentralização de comunidades e serviços, tendo dividido o território em três grandes vicariatos forâneos: Vicariato Norte, Vicariato Sul e Vicariato Centro.


Para o governo pastoral da Igreja particular de Tianguá, ora erigida por sua Santidade Paulo VI, o santo Padre nomeou o Frei Franciscano nascido em Canindé-CE: Dom Frei Timóteo Francisco Nemésio Cordeiro, em cujo brasão episcopal trazia a inscrição: Ecce Adsum – "Eis-me aqui". Pastoreou por 19 anos a diocese. Seu episcopado foi o que lançou alicerces da organização administrativa diocesana e estruturação da recém-criada diocese. Faleceu em Março de 1990.


Com a Sé Vacante, Sua Santidade o Papa São João Paulo II, nomeou, em março de 1991, o Frei Agostiniano Recoleto Dom Frei Francisco Javier Hernández Arnedo, OAR, um espanhol que morava em Manaus, por causa da missão, que assume em junho daquele ano o governo episcopal da diocese de Tianguá-CE, trazendo como lema do seu episcopado: "Bonus eris minister" – "seja um bom ministro". Governou o povo de Deus por 25 anos e serviu por quase 02 anos como administrador apostólico do povo que era Pastor.


Com a emeritude do nosso segundo Bispo, o Senhor em sua infinita misericórdia, através de Sua Santidade o Papa Francisco nomeia em dia 17 de fevereiro de 2017, para Pastor da Igreja particular de Tianguá-CE, o Cearense do município de Jardim, Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira. Trazendo como Lema em seu brasão episcopal a expressão retirada do Salmo 69,9: "Zelus Domus Tuae Comedit Me" – "O zelo por tua casa me consome". Recebeu o báculo diocesano em 20 de maio do ano de 2017 em solene liturgia as portas da Catedral de Sant'Ana nossa excelsa padroeira, Mãe de Maria, que roga pelo povo de Deus nesta Igreja particular, Igreja esta que rejubila-se pelos seus 50 anos de história guiada pelo Espírito Santo.


Diocese de Tianguá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.