Romeu desmoraliza Sérgio Aguiar durante bate-boca na Assembleia - Revista Camocim















quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Romeu desmoraliza Sérgio Aguiar durante bate-boca na Assembleia

O bate-boca ocorreu no momento em que o deputado Romeu, na Tribuna, repudiava os atos de violência praticados contra o busto do radialista Gleydson Carvalho no município de Martinópole.



Na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), um embate no plenário entre os deputados Romeu Aldigueri e Sérgio Aguiar, ambos do PDT, estendeu o clima de acirramento visto nas eleições suplementares do último domingo (1º). O pano de fundo da querela foi a eleição no município de Martinópole, na região Norte.


Na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), um embate no plenário entre os deputados Romeu Aldigueri e Sérgio Aguiar, ambos do PDT, estendeu o clima de acirramento visto nas eleições suplementares do último domingo (1º). O pano de fundo da querela foi a eleição no município de Martinópole, na região Norte.




Na ocasião, o candidato Betão de James Bel (PP), aliado do deputado Sérgio Aguiar, foi eleito com uma diferença de 98 votos, ante o candidato apoiado por Romeu Aldigueri, Júnior Fontenele.


O desentendimento entre os correligionários mostra uma antecipação do clima eleitoral e de embate entre os parlamentares por disputas políticas no Interior do Estado. A aproximação do pleito de 2022 tende a elevar a temperatura na Assembleia Legislativa.


No discurso, Romeu Aldigueri atribuiu a aliados de Sérgio Aguiar atos de vandalismo contra o busto de um radialista da região que foi vandalizado após a eleição. Segundo ele, trata-se de um crime político. 


O clima esquentou quando Sérgio acusou Romeu de ter um “caboclo” divulgando informações em grupos de whatsapp. “Vossa excelência traz esse tema agora, ainda inconformado com o resultado da eleição. Um caboclo seu está espalhando acusações em grupos de whatsapp, inclusive citando meu nome”, disse ele. 


Romeu Aldigueri revidou ao citar uma familiar do colega. “No dia da eleição, na comemoração do prefeito eleito, muitos estavam de vermelho, inclusive a sua filha, bebendo alcoolizada”. A partir de que se iniciou um bate-boca ainda mais ríspido. 


Alguns deputados que estavam em plenário recorreram ao presidente da Casa, após o ato. Evandro leitão teve que assumir a presidência para acalmar os ânimos. 




Ponto poder do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.