Barroquinha - Prefeito "Live Veras" deixa Araras 10 dias sem água, culpa o Governo do Estado e a gestão anterior - Revista Camocim
















segunda-feira, 19 de julho de 2021

Barroquinha - Prefeito "Live Veras" deixa Araras 10 dias sem água, culpa o Governo do Estado e a gestão anterior



O Prefeito de Barroquinha, Jaime Veras, mesmo sabendo do problema, deixou nos últimos 10 dias a comunidade de Araras sem abastecimento de água. Uma falha na bomba do motor do poço profundo que abastece a localidade teria sido o motivo. Pois bem, entenda em dois pontos em que consiste a culpa do prefeito: 


1º -  A demora de mandar consertar o motor, mesmo sabendo da situação.


O prefeito disse que já sabia o que estava acontecendo porque escuta os reclames do povo desde que assumiu a prefeitura. 


2º - Nem ao menos um carro pipa ele enviou de forma paliativa para ajudar a população. 


Bom, ao invés de aplicar uma medida paliativa, até o conserto do equipamento, como já sugerimos, o prefeito preferiu aguardar o sofrimento e a indignação dos moradores ganharem as redes sociais para  realizar uma live mequetrefe e jogar a culpa pra cima da administração passada e pra cima do Governo do Estado do Ceará, exibindo a Lei  Municipal 589 de 22 de dezembro de 2020, sancionada pelo ex-prefeito Ademar, que autoriza a realização de convênio de cooperação com o Estado para a gestão dos serviços públicos de tratamento e fornecimento de água em Barroquinha por 30 anos, começando neste 2021.  


Veja 





Ora, caro leitor,  a desculpa que o prefeito apresentou  não poderia ser pior! Inclusive depõe a favor do ex-prefeito Ademar, que diante da questão, no seu governo, encaminhou sabiamente a demanda da população para o Governo do Estado. 


No mais, o  prefeito atual não tem porque justificar sua inoperância alegando a celebração de convênio feita no governo anterior com a CAGECE, pois isso demandará tempo, ficando ao puder público municipal a obrigação de garantir água para a comunidade até a concretização desse convênio. Ou vai deixar o povo morrer de sede? 


E pra variar, no mesmo espetáculo do crico dos horrores, o Secretário da Infraestrutura também  resolveu  ir pras redes sociais aplicar justificativas mentirosas pros internautas, seguindo a maldita liturgia do seu chefe: tirando o "fiofó governamental da reta" e se apresentando coma o "Chapolim Colorado" respondendo a a famosa indagação de apuros " e agora quem poderá nos salvar?". 


Leia  abaixo, se tiver estômago, a Justificativa sebosa do Secretário da Infraestrutura, Júnior Magalhães e a alfinetada da Militância PTB. 




O fato é que chega a ser asquerosa e indecente a postura do governo municipal ao tentar politizar descaradamente um problema tão grave que é a falta de água. 


Pra finalizar, um internauta, revoltado, conseguiu descrever  a indecência governamental. E ainda fez memória da forma leviana e desonesta com a qual Jaime Veras tratava a questão quando fazia oposição  e como ele se aproveitou da situação para conseguir se eleger prefeito. 




Em tempo 1 - Pra tudo agora, sem precisão, o prefeito grava uma live "sem pé nem cabeça". Ele já está sendo chamado de "Prefeito Laive Veras". 


Em tempo 2 - O problema só começou a ser resolvido depois que foi jogado pras redes sociais. Caso contrário, o povo ainda estava sem saber quanto tempo ainda teria de sofrimento. 


Carlos Jardel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.