Pedindo alimentos: Governo Jaime Veras só não é mais burro por falta de orelhas. Entenda. - Revista Camocim















sábado, 12 de junho de 2021

Pedindo alimentos: Governo Jaime Veras só não é mais burro por falta de orelhas. Entenda.




O prefeito de Barroquinha, Jaime Veras, que está pedindo para as pessoas doarem alimentos no ato da vacinação da Covid-19, no "arraiá da falta de vergonha", imagina que o editor por trás deste blog é algum dos desmiolados que compõe sua equipe desastrosa de governo. Só que não é! Ele - Jaime - ficou irritadinho, sem razão, porque criticamos essa injusta "pidança de alimentos" no ato da imunização. Então ele resolveu espalhar que esta "ação burra" do seu governo é a mesma campanha de doação de alimentos do Governo do Estado do Ceará, encabeçada pela Primeira Dama do Estado, Onélia Santana.  Só que não é! Entenda, gestor careca:





01 -  A campanha, de  fato, existe, mas visa arrecadar alimentos pros municípios mais pobres. E por este motivo os municípios mais pobres não aderiram a campanha simplesmente porque não faz sentido! Entenda a lógica:



A - Os donativos arrecadados no estado vão ser distribuídos de acordo com o número de habitantes dos municípios. Para isso, eles vão ser divididos em três grupos, cada um obedecendo um fluxo de distribuição das doações.


B - O primeiro será composto por municípios com menos de 50 mil habitantes e será o maior deles.
O segundo terá municípios entre 50 mil e 100 mil habitantes. E o terceiro será composto por municípios acima de 100 mil habitantes. Cada um desses grupos de fluxo terá a mesma padronização na distribuição das doações.


02 - Ou seja, Barroquinha deverá ser um município beneficiado pela campanha, e não um município  arrecadador de alimentos. Por isso repito com letras garrafais: PORQUE É UM MUNICÍPIO POBRE!  E municípios pobres não aderiram essa campanha, a ão ser os municípios em que a gestão é burra ou maldosa. 


03-  A campanha encabeçada pela primeira dama do estado faz parceria inclusive com entidades do setor privado, como o Sistema Fecomércio, dentre outas empresas, justamente para não saquear o bolso dos pobres. 


04 - O prefeito Jaime Veras quer comparar a sua gestão mequetrefe, que não fez nada para ajudar a população carente e pobre, nem mesmo o kit da merenda escolar distribuiu, com a gestão do Estado, que distribuiu cestas básicas, gás de cozinha, criou auxílios emergenciais financeiro para estudantes, o público baixa renda, microempresários etc.  



05 -  Procure na região o prefeito, por pior que seja, que aderiu essa campanha? E o que vier aderir, vai está cometendo a mesma burrice e safadeza do governo feioso e malvado de Barroquinha. 



Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário