Novo cerco é montado para prender Lázaro Barbosa após denúncia de tiroteio entre caseiro e invasor - Revista Camocim















quarta-feira, 23 de junho de 2021

Novo cerco é montado para prender Lázaro Barbosa após denúncia de tiroteio entre caseiro e invasor



A força-tarefa que visa prender Lázaro Barbosa, suspeito da Chacina em Ceilândia, em Goiás, e de diversos outros ataques, montou um novo cerco na noite de terça-feira (22) após receber uma denúncia de um tiroteio entre um caseiro de uma chácara localizada em Cocalzinho de Goiás e um invasor. As informações são do G1 com base na TV Anhanguera.


Os agentes da Segurança Pública informaram que o criminoso tentou arrombar a porta do imóvel. O caseiro efetuou os disparos de arma de fogo contra o homem que tentou invadir a chácara, e ele revidou com os tiros.


As equipes que chegaram nesta quarta-feira (23) ao 15º dia de buscas por Lázaro Barbosa acreditam que ele esteja no local e, por isso, intensificaram a operação.


Os membros da força-tarefa foram à mata com drones e lanternas à procura do homem apontado como o "serial killer do Distrito Federal".


Alguns carros descaracterizados foram até o imóvel por volta das 22h. Sem ter informações sobre o paradeiro do suspeito, começaram a retornar para a base de comando às 00h30 desta quarta-feira (23).


Também segundo os servidores públicos, embora tenha acontecido o tiroteio, o caseiro não se feriu. Ele não soube informar se invasor foi baleado.


VIAS CERCADAS


No entorno do Distrito Federal, 270 agentes da Segurança Pública usam cães farejadores, drones e helicópteros nas buscas pelo foragido.


Na sexta-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal colocou barreiras nas estradas de terra e rodovias das regiões de Cocalzinho de Goiás e Águas Lindas de Goiás, e cercaram o suspeito.


Os servidores públicos que fazem parte da força-tarefa estão abordando veículos que passam pela BR-070, seja durante o dia ou madrugada.


Também na sexta-feira (18), um morador contou que o homem apontado como autor da Chacina em Ceilândia invadiu uma fazenda para roubar queijo, carregador de celular e dinheiro.


Diário do Nordeste 

Nenhum comentário:

Postar um comentário