Força-tarefa prende 2 suspeitos de facilitar fuga de Lázaro Barbosa e encontra esconderijo em Goiás - Revista Camocim















sexta-feira, 25 de junho de 2021

Força-tarefa prende 2 suspeitos de facilitar fuga de Lázaro Barbosa e encontra esconderijo em Goiás



A força-tarefa montada para capturar Lázaro Barbosa, tido como o autor da Chacina em Ceilândia e diversos outros ataques, prendeu na noite de quinta-feira (24) dois suspeitos de facilitar a fuga dele e encontrou o esconderijo onde ele poderia estar abrigado, em Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás. As informações são do G1.


Na ofensiva, foram apreendidos com os dois suspeitos presos - que não tiveram a identidade revelada - 50 munições e duas armas de fogo. Uma delas havia sido roubada. As buscas por Lázaro Barbosa chegaram ao 17º dia nesta sexta-feira (25).


O secretário da Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, acredita que há uma “rede criminosa” que apoia o "serial killer do Distrito Federal".


Ele falou ainda que os detidos já tentaram retirar o foragido da área onde a força-tarefa realiza as buscas, mas que o cerco feito na tarde de quinta-feira (24) ajudou a impedir.


"Prendemos duas pessoas que estavam auxiliando ele nas fugas, principalmente a se esconder da ação policial. Eles estão sendo autuados agora por porte ilegal de arma de fogo e por facilitação da fuga" .RODNEY MIRANDA - Secretário da Segurança Pública de Goiás


De acordo com o titular da pasta, as composições estão cada vez mais perto de encontrar o foragido, já que traçaram o trajeto feito por ele.


"Ele andava sempre pelos canais. Dificultando nosso trabalho. Temos um indicativo forte de onde ele está. Vamos virar a noite até prendê-lo. Nós fechamos o perímetro e estamos cercando cada vez mais", disse Rodney Miranda.


TESTEMUNHA VIU LÁZARO BARBOSA


Também segundo o chefe da Segurança Pública de Goiás, Lázaro Barbosa "foi visto de muito longe" na quinta-feira (24). "Um vulto que se confirmou. Uma testemunha ouviu e os dois que estão sendo autuados confirmaram. Descobrimos o esconderijo dele. Uma casa onde davam guarita para ele", afirmou.


“Quem facilita a vida de foragido comete crime. Nós temos indício de que há outras pessoas ajudando e nós vamos chegar nelas. A gente tem alcançado o nosso grande objetivo que é não o deixar cometer mais crimes. E, a cada dia, nós estamos mais próximos dele e dessa rede criminosa que apoia absurdamente esse sujeito”, contou.


NOTÍCIAS FALSAS


Rodney Miranda também falou que crê que notícias falsas podem estar sendo divulgadas com o objetivo de levar a investigação para "outro lado".


"Temos muito a questão das denúncias falsas para levar nossa ação para outros lados [...]. Pode ser que [Lázaro Barbosa] tenha saído? Pode ser. A probabilidade é muito pequena", considerou.


PEDIDO DE CELA SEPARADA


Na segunda-feira (21), a Defensoria Pública do Distrito Federal pediu à Vara de Execuções Penais que, quando Lázaro Barbosa for preso, fique em uma cela separada dos demais internos. No entanto, a Justiça do DF negou a solicitação do órgão no mesmo dia.


A juíza Leila Cury classificou que, agora, o requerimento do órgão é "inoportuno", pois depende "da concretização de fatos futuros e incertos". 


Conforme a magistrada, caso Lázaro seja capturado, ainda não se sabe se ele será transferido ao Distrito Federal, já que as buscas por ele estão concentradas em Goiás. Com a negativa da Justiça, a Defensoria Pública recorreu da decisão.


Informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário