Tragédia em Santa Catarina - Mesmo ferida a faca, professora tentou salvar as crianças antes de morrer - Revista Camocim

terça-feira, 4 de maio de 2021

Tragédia em Santa Catarina - Mesmo ferida a faca, professora tentou salvar as crianças antes de morrer



Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, era professora da escola infantil Pro-Infância Aquarela, em Saudade SC. Ela foi morta a facadas juntamente com a auxiliar Mirla Renner, de apenas 20 anos e mais três crianças com menores de dois anos de idade.


O assassinato foi cometido por um jovem de 18 anos identificado como Fabiano Kipper Mai. De acordo com a polícia, ele invadiu a escola infantil armado com uma adaga - espada - e golpeou as vítimas.


Keli Adriane mesmo após ser atacada correu para uma sala onde estavam quatro crianças e uma funcionária da escola, na tentativa de alertar e protegê-las, porém, sem êxito.


De acordo com familiares, Keli trabalhava na escola há cinco anos. Já Mirla estava há menos tempo na instituição. A professora nem chegou a ser socorrida e morreu dentro da creche. Já a auxiliar chegou a ser resgatada e encaminhada para um hospital da região. No entanto, não resistiu aos ferimentos.


O Corpo de Bombeiros confirmou que ao chegar ao local, o jovem já havia sido contido por populares. Ele tinha um ferimento profundo no pescoço e perguntava sobre quantas vítimas teria conseguido atingir. (Via OTempo)

Via Camocim Portal de Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário