Procuradoria Federal determina que vice-prefeito de Camocim devolva recursos recebidos indevidos do INSS - Revista Camocim

segunda-feira, 17 de maio de 2021

Procuradoria Federal determina que vice-prefeito de Camocim devolva recursos recebidos indevidos do INSS




A Advocacia Geral da União, através da Procuradoria Geral Especializada, determinou ao médico  Ismael Pinheiro, que devolva os recursos recebidos de forma ilegal e imoral do Instituto Nacional de Seguro Social - INSS. Ocorre que desde Janeiro deste ano (2021), quando ele assumiu o cargo de vice-prefeito de Camocim, passou a acumular ilegalmente proventos do órgão Federal, do qual o mesmo é concursado, recebendo o salário de vice-gestor municipal.  


Ele foi notificado a devolver os valores referentes ao meses de Janeiro, fevereiro, março e abril. A conduta pode incorrer na sua exoneração sumária do concurso federal.


Além disso, Ismael também já foi denunciado ao Ministério Público Federal  por trabalhar de forma ilegal nos municípios de Martinópole e Uruoca. Ele e os respectivos prefeitos das cidades podem responder por improbidade administrativa e ainda serem obrigados a devolverem aos cofres públicos os valores pagos ilegalmente ao médico.



Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário