Rodrigo Pacheco autoriza CPI da Covid-19 no Senado a investigar Estados e municípios - Revista Camocim

terça-feira, 13 de abril de 2021

Rodrigo Pacheco autoriza CPI da Covid-19 no Senado a investigar Estados e municípios



O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu ampliar o escopo das investigações da CPI da Covid-19 para incluir também Estados e municípios que receberam repasses da União. Inclusão foi anunciada durante a sessão da Casa que marca abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito nesta terça-feira (13).


Decisão une requerimento do senador Randolffe Rodrigues (Rede-AP) sobre omissões do governo federal com o de Eduardo Girão (Podemos-CE). que pedia justamente a investigação dos entes municipais estaduais que aplicaram recursos no combate à Covid-19.


O anúncio do presidente do Senado permitiu que fatos conexos com governos estaduais e prefeituras que tenham recebido verbas federais sejam apurados.


REGIMENTO 


O artigo 146 do regimento interno do Senado não dá amparo legal à ampliação das investigações para fatos relacionados diretamente a Estados, por isso foi feita a ressalva que somente serão fiscalizados os repasses de recursos da União para os entes federados.


Diz o regimento que "não se admitirá Comissão Parlamentar de Inquérito sobre matérias pertinentes à Câmara dos Deputados; às atribuições do Poder Judiciário; aos Estados".


"A comissão terá como objeto o constante do requerimento do senador Randolfe Rodrigues, acrescido do objeto do requerimento do senador Eduardo Girão, limitado apenas quanto à fiscalização dos recursos da União repassados aos demais entes federados para as ações de prevenção e combate à pandemia da Covid-19, e excluindo as matérias de competência constitucional atribuídas aos Estados, Distrito Federal e Municípios", falou o presidente do Senado ao autorizar a abertura da CPI.


Na sessão desta terça também estão sendo indicados senadores para fazer parte da Comissão.


VEJA OS SENADORES JÁ INDICADOS À COMISSÃO


  • Progressistas, MDB e Republicanos: Ciro Nogueira (Progressistas-PI), Renan Calheiros (MDB-AL) e Eduardo Braga (MDB-AM) / suplente: Jader Barbalho (MDB-PA).
  • PSDB, Podemos e PSL: Tasso Jereissati (PSDB-CE)
  • Rede, Cidadania, PDT e PSB: Randolfe Rodrigues (Rede-AP) / suplente Alessandro Vieira (Cidadania-SE)
  • PSD: Otto Alencar (PSD-BA) e Omar Aziz (PSD-AM)
  • PT: Humberto Costa (PT-PE) / suplente Rogério Carvalho (PT-SE)

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário