Cestas básicas e merenda escolar: " prefeitura dormiu no ponto". - Revista Camocim

















quinta-feira, 1 de abril de 2021

Cestas básicas e merenda escolar: " prefeitura dormiu no ponto".




A Prefeitura de Camocim parece que dormiu no ponto quanto à distribuição das cestas básicas para famílias carentes. Anualmente elas eram distribuídas na quarta ou quinta-feira santa. Chegamos na quinta-feira sem uma nota nas redes sociais que indique como e quando será feita a distribuição.


O que se sabe, através do Tribunal de Contas do Estado, é que foi feita licitação para a aquisição de 5.000 cestas básicas (12 itens por cesta), no valor aproximado de 67 reais cada cesta.


A morosidade nessa ação parece ser a mesma adotada para a distribuição de kits da merenda escolar. Alunos entrando no terceiro mês de aula e nada dessa distribuição, embora os repasses financeiros do Programa Nacional de Alimentação Escolar continuem acontecendo regularmente: foram 291 mil reais até o final de março, devendo cair mais recurso na 1ª semana de abril.


Merenda escolar é direito do aluno da rede pública! Assistência Social não é favor que político faz, mas direito do cidadão, obrigação constitucional imposta ao poder público.


E por fim, o meu lamento que tenhamos terminado o terceiro mês do ano sem seleção pública. Muitos trabalhadores que prestaram serviço para a Prefeitura de Camocim até o final do ano passado me procuram entristecidos por saberem que as instituições públicas estão precisando dos seus serviços e que os recursos continuam sendo creditados nas contas do Município regulamente. Falta sensibilidade e respeito da gestão diante da angústia de tantos irmãos e de tantas irmãs camocinenses! 


Aos gestores de Camocim, se apressem e façam mais e melhor por nossa gente!


Vereador Mário Roberto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.