De filha pra genro no SAMU de Camocim e o povo que se lixe! - Revista Camocim















quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

De filha pra genro no SAMU de Camocim e o povo que se lixe!

SAMU Regional virou negócio da família Aguiar. 




É difícil de acreditar que em pleno século XXI, momento em que se tende a acreditar que práticas como nepotismo estão sendo combatidas, mas então você se frustra após um escândalo em um órgão público de nível nacional, como é o SAMU, que presta um serviço excelente no transporte de pessoas doentes, principalmente nestes tempos pandêmicos.  


Ora, a nomeação da Monalisa Aguiar para ocupar o cargo de Chefe Regional do Serviço já foi um absurdo!, haja vista seu explícito despreparo,  mostrado pro Mundo no vídeo escandaloso de carnaval,  depositado na Internet, em que ela aparece infringindo todas regras sanitárias decretadas pelo Estado, fazendo tudo que não deveria fazer...


Bom, antes de prosseguir, cabe aqui mais uma revelação sobre a nomeação da Monalisa, que tudo indica ter sido a única enfermeira do Ceará a ter  tido conhecimento  da seleção para o cargo de chefia Regional do SAMU, na sede do órgão, no município de Eusébio.  Pois ela foi a única a se  apresentar! Deixando claro que  recebeu informação privilegiada através do famoso tráfico de influência (isso pra não falar em peculato).  


Pois bem, agora pasme!!!


Depois de todo esse escândalo da filha do deputado estadual Sérgio Aguiar, adivinha quem foi nomeado para assumir a vaga de chefia Regional do SAMU no lugar da demitida Monalisa?


Resposta: o cunhado da Monalisa, genro do Sérgio Aguiar. Namorado de sua filha caçula, Samuel Breno.


E fique mais pasmo ainda: a própria Monalisa, no grupo de WhatsApp do SAMU foi quem deu as boas novas pro cunhado na noite desta quarta-feira. 


E é bom que se saiba que mesmo tendo sido exonerada, Monalisa Aguiar continuou mandando o tanto que pode no SAMU da região. 





Temos então uma prova cabal da falta total de respeito para com a população da Região. Uma cristalina revelação  de que o SAMU não disse  a que veio, pelo menos pra essas bandas onde Sérgio Aguiar se imagina o dono. 


É lamentável que o secretário estadual da saúde, Dr.Cabetto, venha se render a esse tipo de situação, que vai na contramão do necessário serviço técnico e meritocrático que a saúde pública exige todos os dias. 


Será possível que após todo esse escândalo da filha do deputado Sérgio teremos outro escândalo familiar? Pois até onde se sabe, o rapaz indicado também, a exemplo da cunhada,  não apresenta os requisitos para tal função.  Ou talvez apresente: ser genro do deputado estadual Sérgio Aguiar. 


Vergonha, imoralidade, desrespeito, canalhice, safadeza, molecagem. Tudo isso e mais um pouco abençoada pela Chefia Estadual do SAMU e condenada pela população. 


Carlos Jardel

Nenhum comentário:

Postar um comentário