Habeas Corpus - Empresário do grupo que comprou resort em Camocim é solto. - Revista Camocim

Polo Camocim: Santos Dumont, 220,Centro - Contato: (88) 9 9312 4283

Polo Camocim: Santos Dumont, 220,Centro - Contato: (88) 9 9312 4283

domingo, 6 de dezembro de 2020

Habeas Corpus - Empresário do grupo que comprou resort em Camocim é solto.

Os empresários Bruno Barbosa Borges (foto)n e Luís Antônio Ribeiro Valadares de Souza - conhecido como ‘Zé do Gás’ e ex-genro do secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho -, foram soltos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), no plantão judicial do último sábado (5). Eles e mais duas pessoas foram presos temporariamente pela Polícia Federal (PF), na última quinta-feira (3), após a deflagração da Operação Onzenário, que apura o “esquema dos consignados” dentro do Governo do Estado entre 2008 e 2014.

Primeiro, o TRF-5 liberou Bruno Barbosa em decisão liminar, em habeas corpus impetrado pelos advogados Waldir Xavier e Sérgio Rebouças. Já Luís Antônio Ribeiro Valadares de Souza foi solto no fim da noite, em habeas corpus impetrado pelo advogado Flávio Jacinto. Ambas decisões foram do desembargador Alexandre Luna Freire.

“Passada essa descabida prisão temporária, que foi corrigida pelo TRF-5, analisaremos o inquérito com maior profundidade”, declarou a defesa de ‘Zé do Gás’ na manhã deste domingo (6).

A Onzenário investiga um esquema criminoso que teria fraudado empréstimos consignados gerando prejuízo de, pelo menos, R$ 106 milhões a servidores públicos do Ceará. Ao todo, os empréstimos teriam movimentado R$ 600 milhões, em seis anos. ‘Zé do Gás’ é o proprietário da empresa que, segundo a PF, teria se beneficiado da fraude.

A investigação chegou à conclusão que, para fazer a lavagem de dinheiro, os suspeitos realizavam remessas ao exterior e adquiriam bens móveis, imóveis e ativos de empresas. Além de Borges e Valadares, um contador e um ex-gestor de instituição financeira também foram presos, mas não tiveram as identidades divulgadas.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário: