CONTRA A HOMOFOBIA: HOMENS HETEROSSEXUAIS SAEM DE MÃOS DADAS NA HOLANDA - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 6 de abril de 2017

CONTRA A HOMOFOBIA: HOMENS HETEROSSEXUAIS SAEM DE MÃOS DADAS NA HOLANDA

O primeiro Ministro, 
policiais e políticos aderiram a campanha

Diversos homens holandeses, em sua maioria heterossexuais, resolveram juntos aderir a um movimento simbólico que vem tomando conta do país: depois que um casal homossexual foi espancado em uma cidade do interior por simplesmente estar de mãos dadas, políticos e até policiais da Holanda passaram a sair de mãos dadas, como gesto de solidariedade, resistência e repúdio à violência.

A campanha é clara e direta, pelo fim da violência e da homofobia. A campanha se espalhou pelo mundo, e em Nova Iorque, membros da equipe holandesa da ONU também se fotografaram de mãos dadas, nas ruas da cidade. As diversas fotos do movimento foram sendo compartilhadas com a hashtag #allemannenhandinhand.

Até o primeiro ministro aderiu à campanha, lembrando que a Holanda foi o primeiro país do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, em 2001 – e que a violência não pode, portanto, manchar o histórico libertário que tanto se afirma como uma virtude do país, e um norte para o futuro igualitário e livre que o mundo merece, e precisa.