JÁ ESTAMOS NOS MESES "BROS" - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 1 de setembro de 2015

JÁ ESTAMOS NOS MESES "BROS"



Já estamos nos meses "bros", os últimos do ano. Mesmo assim dizem que  ainda é cedo para se fazer algum tipo de avaliação sobre a administração "avançar em tudo e cuidar de todos" neste 2015. Por outro lado, não é pecado lembrar, mais uma vez, que as grandes promessas registradas em cartório durante campanha eleitoral ainda não saíram do papel. E como o tempo não para, e tem caminhado dando passos largos, duvidamos muito da plena concretização das propostas, sendo que o próprio relógio do tempo é um dos fatores que nos leva a duvidar disso. 

Vejamos: se até hoje, praticamente 03 anos, a prefeita não conseguiu realizar 3% de suas promessas, imagine no próximo ano, 2016, que deverá passar correndo. Eis algumas "coisinhas" básicas do sonho de Alice que a chefe do executivo tem que realizar no próximo ano: 

Um carnaval "porreta", divulgado com um ano de antecedência, assim como o réveillon. A prefeita deverá ressuscitar o Festival de Musicas, e deve criar a Guarda Patrimonial, efetivar os aprovados do concurso e realizar mais um certame . Na área da Saúde, a prefeita falta implantar o sistema de agendamento de consultas via telefone, o posto de saúde 24 horas, a UPA e contratar médicos de várias especialidades para a cidade. Deve também revitalizar o centro de Camocim com ordenamento das calçadas, asfaltar 90% das ruas, instalar internet gratuita, colocar o matadouro pra funcionar, resolver o problema da falta de água na cidade e na Zona Rural e, dentre muitas promessas, a prefeita Monica deve trazer o estaleiro. 

O momento é oportuno para saber por onde anda  "mega" apoio politico da prefeita. 

Como até o  momento a conversa tem sido fiada, é sempre bom ficar com a mosca atrás da orelha para a frustração não ser pior. 

Carlos Jardel