PORTAL DO PIAUÍ (180 GRAUS) TEVE QUE SER ESCOLTADO PELA PM PARA APURAR A MORTE DO RADIALISTA GLEYDSON - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 12 de agosto de 2015

PORTAL DO PIAUÍ (180 GRAUS) TEVE QUE SER ESCOLTADO PELA PM PARA APURAR A MORTE DO RADIALISTA GLEYDSON

O Portal 180 Graus, de Teresina, Piaui, publicou uma matéria AQUI informando que teve que ser escoltado pela Policia Militar depois de "aproximações indesejadas que seguiam o carro da reportagem", que apurava o caso de assassinato do radialista Gleydson Carvalho.  O portal diz ainda que nesta quarta-feira irá divulgar informações assustadoras em torno no caso.

"O 180 esteve no município de Camocim, no Ceará, cobrindo os desdobramentos da execução do radialista assassinado com três tiros - um na cabeça - , quando apresentava um programa de rádio.

Gleydson Carvalho era o diretor executivo da Rádio Liberdade FM e possuía um reconhecido trabalho no combate à corrupção.

O clima na cidade, principalmente, para os profissionais de comunicação, é de medo e silêncio.

O 180, depois de aproximações indesejadas, que seguiam o carro da reportagem, teve que ser escoltado para que pudesse terminar suas apurações.

Muitos foram os conselhos recebidos. “Tome cuidado, senão você sai daqui morto”, dizia um deles.

REPORTAGEM
Nesta quarta- feira (12), o 180 divulga informações assustadoras em torno do caso.

Carlos Jardel